segunda-feira, 16 de maio de 2016

Telúrico Catimbau

Como já tinha visitado duas vezes o Vale do Catimbau, na cidade de Buíque, fiz trilhas diferenciadas para conhecer lugares que ainda não tinha passado e posso dizer que fiquei ainda mais encantado com a beleza do local, que apresenta relevo bem singular e formações arenosas que desafiam a nossa imaginação, pois criam diversas esculturas ao ar livre que impressionam todos os visitantes que por lá desbravam os caminhos.
Tive a oportunidade de subir o Morro de Jerusalém e de conhecer a Igrejinha, além de uma caverna bem grande e que foi muito mal frequentada pelos visitantes, uma vez que encontramos restos de embalagens no espaço, além das paredes estarem muito riscadas, como forma de marcarem o lugar por onde passaram, sem tomar cuidado com a preservação e rusticidade do espaço.
Imaginem se todos os lugares tivessem a nossa assinatura ou se para marcar a nossa passagem tivéssemos que criar uma "estrela da fama" demarcando a nossa conquista?
Seria o caos e talvez muitos dos espaços nem existissem mais...
Provei a fruta do babaçu e também do ouricuri, típicas da região e que possuem sabores bem diferenciados para formalizar ainda mais a tradição do espaço em ser único e belo. Outra visita interessante que fiz foi à residência do artesão Luiz Benício, o qual faz diversos tipos de trabalhos em madeira, com muita rusticidade. Terminei adquirindo uma imagem de Nossa Senhora Aparecida para decorar a minha casa e guardar como lembrança do local que tanto aprecio e não me canso de visitar.
O colorido do Catimbau está na sua variedade, onde cada espaço nos apresenta vegetações únicas e iluminações grandiosas, ainda mais quando o entardecer foi um dos nossos parceiros no primeiro dia de aventuras pelo sertão pernambucano.
Não sei se posso chamar o Vale do Catimbau de sertão, pois a mistura de imagens demonstra que ele está numa área de transição, onde encontramos elementos agrestes e da caatinga.
Sem dúvida, uma local inesquecível e que merece a nossa visita e preservação.









































0 comentários:

Postar um comentário