terça-feira, 31 de maio de 2016

Raincife

Todo ano é a mesma coisa e o Recife chora com os alagamentos que acontecem nos bairros, motivados pelas chuvas e falta de planejamento urbano, além de uma grande dose da falta de educação da população, que joga lixo por todos os lados e faz com que as águas não circulem adequadamente, gerando as inundações que todos nós conhecemos bem.
Basta chover um pouco mais forte para ficarmos apreensivos e com medo de enfrentar as ruas, pois em determinados espaços somente usando uma jangada para poder ter um deslocamento melhor. A cidade sofre ainda mais quando, nestes dias, a maré está alta, o que agrava e muito a problemática urbana e a nossa incapacidade de gerir eficientemente tantos equívocos. 
Os morros cada dia mais abandonados e cheios de invasões, geram deslizamentos e mortes, além de mostrarem a total incapacidade do poder público com a contenção das ocupações irregulares que só geram transtornos e muitas preocupações. 
Recife é uma cidade que tem um nível muito baixo e por isso é muito desfavorecida nestas épocas de inverno, já que a água não tem para onde escorrer e termina ficando parada em locais estratégicos, gerando muita agonia e desordem. 
As cidades vizinhas, como Olinda e Jaboatão, também sofrem e terminam apresentando problemas dos mais variados tipos, mostrando que o problema não é somente da capital, já que muita gente se desloca diariamente para poder trabalhar ou resolver assuntos pessoais nas cidades que interagem com o Recife.
Posso dizer que o caos impera na cidade quando a chuva aparece. O que seria uma dádiva, termina sendo um grande transtorno. Se a chuva sempre fosse moderada, não haveria problema algum, mas ela sempre insiste em vir com todo o gás, inflamando todas as possibilidades de fuga e fazendo os recifenses terem muita agonia nas suas idas e vindas.
Não foi por menos que a cidade agora ganhou o apelido de "Raincife"

0 comentários:

Postar um comentário