quinta-feira, 21 de abril de 2016

Feriado Musical

Aproveitei o feriado para repassar alguns álbuns e vou deixar aqui alguns comentários do que já escutei.
O primeiro vai para o novo álbum de Clarice Falcão, intitulado de "Problema Meu". Realmente, é problema seu mesmo, Clarice. 
Se no primeiro álbum as letras irônicas e sarcásticas nos faziam rir, neste segundo momento soam como falta de criatividade e trazem um álbum com cara de "já vi", "já escutei". 
Letras boas, mas a temática quase única, o amor complicado e irônico, deixa a audição do trabalho cansativa. A impressão é que a música se repete da primeira a última faixa.

Elza Soares - Canta e Chora Lupi
Mais um lançamento para o repertório remissivo do Lupicínio Rodrigues. A Elza Soares, competente como é, tem o dom de salvar tudo e de tornar o álbum menos cansativo. Sua voz potente termina sendo o diferencial apresentado, o que deixa as músicas mais alegres, afastando um pouco a monotonia do compositor.

Teresa Cristina - Canta Cartola
Teresa é Teresa e Cartola é inigualável. Talvez o medo de errar ou a devoção pelo ilustre compositor tenham inspirado mais este trabalho baseado na obra do Cartola. Nada de extraordinário e somente uma releitura de clássicos na voz desta artista impecável. Gosto mais dela cantando novidades e sendo a bela sambista que é.

Vander Lee - Minha Criança
O artista traz novidades e regravações neste novo álbum. Volta um pouco ao seu estilo de início de carreira, mas não apresenta a criatividade e sonoridade que o tornaram famoso. Álbum interessante e com forte apego popular.

Ed Motta - Perpetual Gateways
Ed Motta é brasileiro mesmo?
Mais um álbum com forte influência do Jazz e totalmente cantado em inglês. Primor de sofisticação, arranjos e belas sonoridades vocais, algo que o artista é mestre. Não é aquele álbum que vai tocar nas rádios insistentemente, mas em ambientes sofisticados e frequentado por admiradores da música bem harmoniosa e fortemente arranjada.

Roberta Campos - Todo Caminho é Sorte
A cantora tem voz suave, porém forte e determinada. Traz canções de amor num álbum bem sonoro e com belas composições. Ótimo para escutar em momentos de relaxamento e que precisam da nossa reflexão interior, já que as letras nos trazem muitos ensinamentos de vida e nos ajudam a entender os relacionamentos da vida.

Liniker - Cru
O novo artista mostra um pouco do seu trabalho, mas é tão pouco que ainda não dá para formalizar um perfil dele. Talvez o trabalho inicial merecesse mais músicas. Se a sua presença pessoal é algo notável e corajoso, sua música ainda precisa de mais ousadia.

Zizi Possi - O Mar me Leva
Esperava mais da artista e não somente um lançamento com quatro músicas. O que nos acalma é a temática do mar e a afinadíssima voz da cantora.

0 comentários:

Postar um comentário