terça-feira, 17 de novembro de 2015

Quando o Dinheiro Não Paga

Muitas coisas que fazemos não são por fama ou para obter lucro, mas pelo simples prazer de realizar algo que nos engrandece, nos dá prazer. 
Cantar para uma plateia intimista e ter um cachê bem pequeno poderia ser algo nunca imaginado para algumas pessoas, mas para artistas que ainda precisam conquistar um bom público ou que valorizam o seu ofício é algo que tem grande valor e gera um compromisso que não deve ser quebrado. Muitas coisas que realizamos nem sempre nos dão retorno financeiro e se ficarmos esperando que isso sempre aconteça, iremos nos deparar com uma sensação frustrante de jamais ter realizado algo, simplesmente por ficarmos aguardando o momento mais propício e que nos dê o retorno tão vantajoso que nem sempre existe.
Já fiz trabalhos fotográficos por amizade e não recebi nada por isso e nem esperava. O prazer de estar ali e de ter o meu nome lembrado pelas pessoas foi bem maior do que qualquer recompensa que poderia existir. Se dependemos exclusivamente de determinadas atividades para viver, é claro que é devido um retorno pecuniário, mas não podemos nos privar de realizar algo quando o valor não é o que esperamos ou que paga todas as nossas despesas.
Não se trata de ficar trabalhando de graça, mas de ver oportunidades que podem abrir outras portas e nos mostrar que as possibilidades existem e devem ser aproveitadas com muita satisfação. Ver um trabalho valorizado e sempre em evidência é de grande importância, mesmo que o retorno financeiro demore um pouco a acontecer ou gere sutil melhoria na nossa capacidade de gerar recursos. 
Investir em recursos tecnológicos para alimentar o nosso ofício é muito bom, mesmo que esse seja visto como um passatempo, algo que ainda não foi bem desenvolvido para garantir a nossa sobrevivência, mas que nos garante a maior de todas as satisfações, que é a felicidade.
O enriquecimento nem sempre nos traz alegrias e se fazemos algo exclusivamente por ele, é atitude que deve ser revista nas nossas vidas, pois se aliarmos a satisfação dos nossos dias ao grande retorno financeiro, ficaremos pessoas extremamente frias e não preocupadas com as interferências que a vida nos oferece e que podem ser bem maiores que a garantia de um retorno milionário. 
Há situações que valem milhões e nem por isso recebemos algum pagamento por isso. O valor das ações vitais está na forma como empregamos o nosso tempo e talento para realizá-las de maneira satisfatória e sempre crescente, onde o sorriso aberto é o nosso maior retorno e o agradecimento a moeda mais forte e com maior cotação.

0 comentários:

Postar um comentário