quarta-feira, 28 de outubro de 2015

Continuidade de Ações

É incrível como temos que ser remissivos com algumas situações e pessoas, pois a sensação que temos é de que não aprendem nada e nem dão andamento naquilo que solicitamos. Senti isso hoje quando liguei para um call center, a fim de receber algumas informações sobre uma restituição de um valor no meu cartão de crédito. Desde a primeira solicitação que me pedem prazos e me concedem prazos, me deixam em banho maria, fazendo esperar por dias sem que a solução seja concretizada. Uma irritação sem fim, pois temos que ficar explicando a mesma história todas as vezes que ligamos para saber o andamento do processo e repetir mil vezes o número do infame protocolo que eles pedem para anotarmos.
Na vida pessoal isto também ocorre pois comumente estamos informando fatos para as pessoas, passando informações e estas terminam jogadas ao vento como se não valessem nada. As pessoas entendem o que querem, assimilam o que acham ser interessante e não se apegam aos detalhes que geralmente desprezam e que podem ser muito interessantes e importantes para todos nós. 
A vida é bem interessante e cheia de ensinamentos se estivermos dispostos a dar continuidade a tudo que ela nos oferece, seja de forma boa ou ruim. Tudo deve ser analisado e visto como um ponto de melhoria e não como impedimento para novas visualizações de possibilidades, pois quando nos fechamos para o mundo, tudo se torna mais complicado e cheio de interferências. A sensibilidade de olhar o mundo com óticas diferenciadas é algo grandioso e nunca deve ser deixado de lado, pois se praticarmos diariamente a limpeza do olhar, nunca deixando que as nuvens negativas turvem o nosso horizonte, seremos bem mais felizes do que possamos imaginar e os dias realmente ficarão mais claros e com um sol que nunca acaba.
Dar continuidade às ações cotidianas transformam a nossa vida e nos fazem pessoas mais organizadas e conhecedoras dos nossos atos. Quando deixamos tudo sem a devida amarração, os nós vão ficando frouxos e a vida vai correndo solta sem que possamos controlar as inúmeras interferências que acontecem e que precisam da nossa ajuda.

0 comentários:

Postar um comentário