quarta-feira, 15 de outubro de 2014

Esfriou...

Tudo que realizamos merece um tempo, um prazo para maturação...
Se assim não for, as nossas ações vão esfriando e se tornando improdutivas ou sem sentido, exigindo de nós um esforço maior para colocar de novo em prática o que estávamos planejando ou que deixamos inacabado por puro descuido e muita falta de compromisso.
A continuidade de tudo que realizamos é essencial para que tenhamos boas chances de sucesso e possamos enxergar as boas realizações da nossa vida, já que dependemos de muitas informações e otimismo para estarmos sempre em sintonia com o mundo e tudo que ele nos oferece. A maior dádiva da vida é ter a consciência de que estamos seguindo o nosso rumo com determinação e sem comprometer os nossos passos certeiros, os quais precisam de agilidade para se manterem firmes e sem colocar em risco os nossos desejos mais precisos e que fazem bem para a nossa alma.
Não podemos deixar o calor do momento esfriar e cabe a nós fazer com que a temperatura se mantenha num limite efetivo e que faça a diferença em nossos dias, pois estes já sofrem com tantas influências que causam desânimo.
A permissão para que a temperatura seja perdida deve ser somente até o momento em que ainda sintamos um pouco de calor, o qual possibilite nos aquecer e fazer com que a vida pulse mais forte dentro de nós e nos faça agradecer todos os dias pela satisfação de viver e de poder ter dentro de nós um momento de plena consciência do dever cumprido e de nunca ter permitido que tudo fosse perdido por muito pouco, onde o descaso falasse mais alto que a nossa sabedoria de organizar tudo, da melhor forma possível, sem nunca permitir que o desgaste fizesse parte da rotina de todos nós.
Esfriar o que precisa de calor humano e do nosso combustível pessoal é algo que jamais deve existir e para isso a atenção deve ser redobrada para que nunca possamos ficar esperando por resultados que só irão acontecer de verdade se estivemos energizando a nossa rotina com o que há de melhor e mais concreto para as nossas atividades.

0 comentários:

Postar um comentário