terça-feira, 7 de maio de 2013

Caminhando e Pensando...


No último domingo fiz uma atividade que nunca mais tinha realizado, que era fazer uma bela caminhada pela Praia de Boa Viagem e com isso arejar a mente cansada dos dias exaustivos e problemáticos. Acordei logo cedo e fui, ainda com o sol nascendo, para a orla do meu bairro e constatei que devo realizar mais vezes este exercício e que as reflexões e pensamentos que ajustamos a cada passo dado são de grande valia para os nossos dias, já que num ambiente livre de agonias conseguimos pensar melhor e rever alguns conceitos ou atitudes que tomamos diariamente.
Vi muitas coisas durante a caminhada, mas o que mais me chamou a atenção foi a beleza do meu bairro e como a natureza tem interferência direta com a nossa alegria, pois voltei para casa com uma energia boa, vinda do sol e dos pés descalços, já que andei uns 6 km pela beira mar sentindo  as pequenas ondas refrescando a minha mente, pois a água parecia subir e arejar os pensamentos ainda não arrumados para aquele dia.
A maré estava baixa e dessa forma a Praia de Boa Viagem fica com os arrecifes expostos e bem propícia para banhos calmos e sem o perigo da maré mais alta que toma conta de algumas áreas com mais intensidade.
Notei também que a vida na orla não acaba nunca, pois enquanto muitos estão dormindo, outros já começam a montar suas barracas ou ainda estão por ali, após uma noite de farra, esperando o nascer do sol. Vi várias pessoas fazendo isso e, para minha surpresa, a maioria eram adolescentes que nem tinham saído das fraldas ainda. Bebendo e nitidamente cansados de uma noite intensa de muitas alucinações.
Percebi que muitas pessoas conhecidas do bairro ainda continuam fazendo suas caminhadas como outrora e era como se eu estivesse voltando para uma atividade que não deveria ter deixado no esquecimento, uma vez que todos os sábados e domingos era sagrado caminhar um pouco e receber logo cedo a energia do sol para recompor o que havia perdido durante a semana de muito trabalho, estudos e desgaste mental.
Voltei para casa e percebi que ainda eram 7 horas da manhã. O dia ainda estava começando e eu já tinha vivido tanta coisa, visto tantas belezas e contemplado com alegria a magnitude da natureza. É importante aproveitarmos cada momento e dessa forma construir bem os nossos dias, pois nem só de preocupações vive a nossa mente. Precisamos de um pouco de alívio para saber que o melhor da vida podemos ter sem muito esforço, basta termos disposição e atenção aos detalhes para aproveitar tudo com muita intensidade e sabedoria.

1 comentários:

Tudo são Histórias que os Outros Contam disse...

Linda foto e texto pessoal!
Sempre viajo na leitura dos seus posts.
Seu olhar continua apurado e as palavras ilustram muito bem como você observa a realidade!
Seu blog está muito show.

Postar um comentário