terça-feira, 30 de abril de 2013

Noite Agitada, Manhã Calma‏

A noite no Pelourinho, em Salvador, é bem agitada e os eventos que acontecem atendem a todos os gostos. Num mesmo espaço podemos encontrar apresentações de teatro e bandas de forró ou axé tocando para as pessoas se divertirem durante a noite que oferece de tudo um pouco e as luzes que iluminam as igrejas anunciam que o lugar não é tão esquisito como falam.
Na verdade, existem lugares e lugares no Pelourinho e saber andar por todos eles é a melhor forma de não ter nenhuma surpresa, pois algumas ruas ainda guardam dentro de si a marginalidade de outrora a são mais desertas do que as mais tradicionais, que abrigam as lojas, joalherias, bancos, restaurantes e hotéis.
Saindo do Elevador Lacerda, o ponto mais crítico até o Terreiro de Jesus é a Praça da Sé, que aglomera um número significativo de pedintes, drogados e prostitutas, seja em que hora do dia for. O ideal é passar por lá quando os estabelecimentos ainda estão abertos e não oferecem tantos perigos aos visitantes mais desatentos.
No Terreiro de Jesus, a miscelânea é bem maior, pois ali estão grande parte dos restaurantes, hotéis e lojas de artesanato, fazendo com que nos sintamos mais seguros em transitar. Mesmo assim ainda existem muita prostitutas e pedintes e essa é uma característica que o Pelourinho carrega dentro de si e não há como mudar algo tão firme na raiz cultural do local.
Descendo para o Largo do Pelourinho, há de tudo, mas ir até a Baixa dos Sapateiros à noite é algo que deve ser feito somente para os corajosos, pois a quantidade de drogados e delinquentes de rua é bem grande e fica complicado não se assustar com aquilo tudo.
Na verdade, susto é o que você toma a todo momento, pois a cada segundo surgem figuras estranhas, com cara de alienados e quase sem roupa.
Recomendo uma parada na Lanchonete A Cubana, que possui iguarias tradicionais e os deliciosos bolos de milho e de macaxeira, que acompanhados de um café bem gostoso tornam a noite um diferencial. Não vou nem falar do sorvete de lá, pois seria uma tortura para os que não provaram. Uma delícia, em vários sabores.
Quem não deseja aproveitar a noite, é bom se recolher cedo, por volta das 21:00h, principalmente se estiver hospedado em um local pouco habitado, pois as pequenas ruas enganam os que não estiverem atentos a escuridão da noite, que é pouco iluminada nos locais mais distantes das badalações.
O amanhecer no Pelourinho é difícil, pois tudo começa muito tarde para os padrões de uma pessoa matutina como eu. Fica complicado acordar logo cedo e dar um passeio pelo centro histórico ainda sem a poluição dos sons e excesso de pessoas porque simplesmente não há movimento nas ruas e permanecer nelas sozinho é algo perigoso.
Por volta das 09:00h, o bairro começa acordar e algumas lojas só abrem à tarde, fazendo com que alguns espaços fiquem ainda desertos e sem vida. As igrejas começam suas atividades mais tarde do que de costume e as primeiras missas são realizadas após às 09:00h.
Efeitos de um bairro antigo, boêmio, cheio dos "bregas" bem tradicionais e de muitas figurinhas engraçadas que só indo lá para comprovar.
Mesmo assim, o Pelourinho é encantador e exala cultura e riqueza de detalhes.

0 comentários:

Postar um comentário