sexta-feira, 26 de abril de 2013

Disciplina Forçada

Quando peguei o metrô e o trem no Rio de Janeiro, notei que alguns vagões possuíam uma restrição para o uso dos homens em determinados horários e acredito que isto é decorrente dos abusos que muitas mulheres sofrem quando estão em transportes lotados e terminam sendo assediadas por muitos tarados de plantão.
Essa disciplina forçada é para conter um pouco os avanços das pessoas que terminam perdendo um pouco dos seus limites e criando situações indelicadas com o próximo, especialmente com as mulheres que se mostram mais vulneráveis a este tipo de ação.
A sociedade muitas vezes não se disciplina ou não convive bem e termina criando restrições que só dificultam a vida social e fazem com que muitas pessoas sofram as consequências de viver numa sociedade cheia de regras que seriam desnecessárias se todos tivessem a consciência dos seus direitos e deveres.
Ocupar espaços que não são seus, falar alto em locais que precisam de silêncio, jogar lixo na rua, desrespeitar os locais para idosos e gestantes, são apenas alguns exemplos das inúmeras situações que encontramos por aí e que fazem parte da vida de todos nós e que nos fazem mais ou menos cidadãos do que deveríamos ser, pois quando deixamos de fazer a nossa parte, criamos uma barreira entre os seres humanos e estes terminam entrando em atrito e buscando os seus direitos através das leis impositivas e que nem sempre surtem o efeito necessário e imediato, pois precisam de fiscalização de muitos órgãos que não estão nem aí para as garantias dos direitos individuais de cada pessoa.
Se para ter uma viagem tranquila e sem abusos, muitas mulheres precisam de um vagão exclusivo no trem, imaginem se elas estiverem numa multidão ou nos aglomerados que a vida cotidiana nos apresenta?
Fica complicado garantir tantos direitos assim se a consciência das pessoas não está ativa e comprometida com o melhor resultado. Eu prefiro acreditar na boa convivência dos trens mistos e do respeito ao próximo nos lugares comuns.

Os seres humanos são mais felizes em harmonia e não com divisões.
Onde está a nossa evolução? Isso para mim é retroceder.

0 comentários:

Postar um comentário