terça-feira, 9 de abril de 2013

Apodrecer ou Amadurecer?

Semana passada comprei um mamão que passou 8 dias para amadurecer, digo, apodrecer. Ele não passou pela fase normal da vida e terminou ficando impróprio para o consumo mesmo estando aparentemente todo amarelinho e com indícios de aptidão para o consumo. 
Comprei a fruta verde, pois no mercado não tinha nada mais maduro e percebi que nem tudo segue o rumo da vida, nos causando prejuízos e nos deixando com a vontade de consumir algo que na verdade não aconteceu. 
Algumas pessoas também não passam pela fase do amadurecimento e terminam ficando impróprias para a vida em sociedade e profissional, já que o ambiente ou até as contribuições da natureza impossibilitaram que elas tivessem um final mais sadio e frutífero, onde pudessem acumular boas sensações e perspectivas de vida.
Muitos não amadurecem por vontade, já outros por não terem recebido ajuda necessária para melhorar o seu "estado verde de ser" e, assim, se tornarem frutas maduras neste mundo que nos cobra bons sabores e aparência adequada para cada ocasião.
Um profissional verde demais é visto com maus olhos, enquanto os maduros demais são vistos como frutas podres e cheias de acúmulos desnecessários. Bom mesmo é ter a consistência certa, o ponto adequado e não ficar passado demais para os desafios que iremos encontrar por aí, já que o sabor e o cheiro que poderemos exalar não serão agradáveis para todos e contribuir para o afastamento de muitas oportunidades que encontramos na vida e que só dependem do nosso ânimo e preparo para que se tornem reais e mais concretas.
Frutas podres só nos dão mal estar e terminam contaminando as demais que temos, criando um ambiente desfavorável ao bom deleite das situações e dos resultados positivos que podemos desenvolver. Assim como uma alimentação depende de um produto adequado, seja no preparo ou no amadurecimento, também é a nossa animação para os desafios que nos são impostos e que são influenciados pela maturidade ou imaturidade de muitas pessoas que apodrecem antes do tempo e terminam nos causando grandes problemas difíceis de resolver e de se tornarem amenizados, pois se o consumo de podridão for muito grande, a morte imatura é o que nos espera.

0 comentários:

Postar um comentário