terça-feira, 19 de julho de 2011

Cancelem, por favor!!!

O uso dos notebooks favoreceu muito a utilização dos dispositivos móveis para acesso a internet 3G, pois a mobilidade em qualquer parte do Brasil faz com que as pessoas optem por este tipo de serviço e com isso possam ter meios de nunca ficar sem o acesso à internet, exceto é Claro, quando o sinal não estiver disponível.
Comprei um danadinho desses há algum tempo e desde os primórdios que ele me dava dor de cabeça, pois a conexão nunca foi boa e de uns tempos para cá ela estava parando de vez, me fazendo perder um pouco a paciência. Perdi ainda mais quando liguei para o atendimento eletrônico da empresa que me prestava o serviço e fui literalmente enganado com uma história de aumento da velocidade da conexão, aliada a um desconto promocional. Cai no conto do vigário e terminei me irritando ainda mais.
Hoje foi o fim.
Liguei várias vezes para o atendimento eletrônico e não consegui cancelar, pois todas as vezes que eu falava a palavra cancelamento, a linha ficava muda ou caia. Fui até a loja, pessoalmente para resolver o fato e lá a atendente me deu um protocolo e me disse que em dois dias uma pessoa iria ligar para mim para negociar a minha linha. Eu disse para ela que não queria negociar e sim cancelar, Claro, pois se não tinha conseguido por telefone, estava tentando pessoalmente.
Terminei ligando da loja mesmo para o atendimento e cancelei tudo, após ter dito ao rapaz que me atendeu que, por favor, não insistisse mais porque estava ficando chato para mim ter que sempre dizer a mesma coisa e eles se fazerem de besta.
Claro que nem todas tem sinal bom, mas se você paga por um serviço, quer pelo menos ter o prazer de abrir uma página na internet ou fazer algumas atividades na sua casa. Nem isso eu conseguia mais e tinha que trocar a noite pelo dia para poder conseguir navegar um pouco na internet.
Como eu não queria virar um zumbi...
Foi melhor cancelar, Claro.
Prontamente comprei outro e a conexão está até agora muito boa e rápida, mas vou ficar VIVO para ver se isso persiste e se, enfim, vou ter paz nas minhas conexões.
Ninguém merece...

0 comentários:

Postar um comentário