segunda-feira, 13 de fevereiro de 2017

Tem Crédito?

Não adianta ter um celular bombação se faltam créditos para ligar ou acessar a internet. Parece mentira, mas esta é a realidade da maioria das pessoas, pois investem um bom dinheiro num aparelho que termina não cumprindo todas as suas funcionalidades e ficando sempre refém do wi-fi amigo que encontrar pelo caminho.
A síndrome do celular avançado atinge muita gente e basta observar as pessoas nas ruas para perceber que a satisfação não é ter barriga cheia e contas pagas em dia, mas sim um celular ostentação para chamar de seu, ainda que 90% dos aplicativos pareçam um bicho para a maioria das pessoas e terminem somente ocupando espaço na memória que sempre está cheia, já que ter um cartão de memória é outro investimento que muitos não fazem, a não ser que este já venha como brinde na compra do aparelho.
Hoje o celular não é mais como antes e fazer uma ligação é algo que fica cada dia mais extinto, onde as pessoas ficam cada vez mais especializadas em mandar mensagens e usar as redes sociais para se comunicarem, ainda que isso não represente um vínculo afetivo muito forte. Vale mais o destaque e a capacidade de responder rapidamente as mensagens, como os mais variados bonequinhos que os aplicativos disponibilizarem.
Crédito que é bom, ninguém tem.
Alguns estabelecimentos comerciais tem que expor bem nitidamente a disponibilidade de conexão wi-fi para poderem fazer com que os clientes permaneçam no local, especialmente quando for um restaurante ou similar. Sentar numa mesa e conversar não é mais prioridade e esse crédito de amizade vai ficando cada dia mais raro de acontecer, já que a satisfação pessoal da maioria está na tela sensível ao toque, mas imune aos sentimentos mais importantes da vida do homem.
Nos importamos com o crédito do celular, mas esquecemos que perdemos o crédito da vida, da satisfação pessoal e das melhorias que adquirimos quando nos comunicamos verdadeiramente e sem a frieza que hoje foi estabelecida entre as pessoas do mundo inteiro, as quais usam a imensa facilidade de comunicação da internet de forma individualista e nem sempre compartilhada.

Meus créditos expiraram, a paciência também!

0 comentários:

Postar um comentário