sexta-feira, 23 de dezembro de 2016

Compromissado

Temos muitos compromissos diariamente, mas nem todos eles estão na nossa lista de prioridades e terminamos deixando de lado a maioria deles, realizando tarefas pela metade ou sem a devida eficácia, o que só nos traz diversas situações ruins e compromete muitas outras, sejam elas mais próximas ou num futuro mais remoto. Um dia o nosso descaso será cobrado, de uma forma ou de outra. 
Assumir vários riscos e obrigações sem ter a noção de como eles serão cumpridos é algo bem fácil de acontecer e a grande maioria das pessoas não busca estar atenta a isso e passa a vida descumprindo prazos e deveres que são essenciais para o desenvolvimento de muitas ações.
O compromisso começa com nós mesmos, com a nossa reputação, com as nossas ações e satisfações e quando tudo isso termina criando uma boa influência para os demais que nos cercam e que precisam da nossa retribuição, colocando em prática tudo aquilo que carece um olhar mais atento e preciso nas mais improváveis horas, aquelas que somente uma pessoa atenta aos detalhes consegue ver.
Pessoas sem compromisso não conseguem efetivar nada e fazem tudo de todo jeito, sem gerar fruto sustentável e seguro. A banalidade das ações não concluídas e feitas ao acaso só fazem com que os planejamentos desandem e se tornem as piores ações que sem tem notícia, somente gerando rumores vagos e que não acrescentam nada ao já complicado meio humano.
Uma pessoa geralmente precisa ter necessidade de algo para sentir que tem o compromisso devido. 
Deveria ser assim, mas algumas vezes, mesmo sabendo que isto ou aquilo é importante, a falta de apego é a mesma e termina criando um meio ruim de atividades e de desenvolvimento de ações improdutivas.

0 comentários:

Postar um comentário