terça-feira, 27 de dezembro de 2016

Avisos Para Quem?

Nem sempre os avisos surtem efeito e para que se tornem reais é necessário que a consciência das pessoas também exista, fazendo com que as frases e ensinamentos escritos se transformem em realidade e façam realmente a diferença para o mundo.
Não adianta uma placa informando que é PROIBIDO FUMAR se quem faz isso não toma conhecimento do lugar em que está e ignora tudo e todos ao seu redor. Jogar lixo no chão não deveria ser descrito por uma placa e sim pela educação de cada um, mas isto tem que ser lembrado, sempre e insistentemente, mesmo que a desobediência ainda seja uma regra mais fácil de ser seguida. 
É comum notarmos estas ocorrências no nosso cotidiano e percebemos que as pessoas estão cada dia mais despreparadas para viverem em sociedade, respeitando as regras que são impostas ou observadas pela convivência humana. As pessoas não percebem o seu próximo e não se importam com o mal que causam ao mundo, sempre gerando o que não presta e criando meios de sobrevivência que não duram muito e que terminam frutificando atritos ao invés de conciliações e felicidades.
A sabedoria de um homem reside em perceber o seu universo, de saber onde pisa e como deve caminhar para seguir em frente, nunca deixando rastros negativos e que prejudiquem os que ainda irão fazer a mesma trajetória. Quando estamos vivendo evolutivamente e com o pensamento voltado para a edificação de um mundo melhor, deixamos de ser guiados por placas, avisos e proibições, isto porque a nossa obediência é pela nossa sapiência e não por imposições que terminamos obedecendo de forma obrigatória e sem que tenhamos a real importância do nosso papel como gente de verdade.
Quem me avisou?
Eu mesmo avisei ao mundo que estou consciente de tudo, soberano naquilo que escolhi para vivenciar. Ser cidadão é estar conectado com tudo de maneira irrestrita e nunca vulnerável aos atropelos da vida e dos maus costumes modernos.

Texto inspirado nas placas de alerta da Avenida Boa Viagem, as quais nem informam e nem desinformam...

0 comentários:

Postar um comentário