domingo, 27 de novembro de 2016

Aromas

O cheiro identifica as coisas e pessoas, fazendo com que saibamos exatamente o que está ao nosso redor somente pela sensação olfativa que sentimos quando percebemos que algo ou alguém se aproxima.
Muito bom quando o cheiro é agradável, mas péssimo quando sentimos algum odor que não é tão confortável e nos faz perceber que algo ruim ou passado está pertinho de nós; quem pensa que isto acontece somente com as coisas está totalmente enganado, pois as pessoas, mesmo vivas, exalam odores terríveis do seu corpo e isso se dá pela total falta de higiene e cuidado que depositam em si mesmos.
Outro dia passei numa rua do centro da cidade e vi um homem caminhando. Não era mendigo e nem estava sujo, mas fedia muito... Andando mais um pouco passei em outros lugares do centro e o cheiro das ruas era infernal, mostrando que a sujeira mal tratada era a causadora dos diversos odores que encontrei no caminho. 
Alguns cheiros existem por causas naturais, outros por pura displicência de quem não se compromete com o mínimo de limpeza e vai fazendo da sua vida uma nojeira sem fim, impregnando tudo e todos com a terrível sensação dos cheiros mal resolvidos e que só comprometem a imagem de muitas coisas.
Imagine conhecer uma pessoa bem legal e na hora daquele abraço perceber que ela tem um cheirinho desagradável? Terrível...
Até porque na hora da conquista, somos motivamos pelo cheiro e nem sempre a beleza é a maior atração que notamos. Sentimos mais prazer pelo cheiro e isso não está relacionado com o perfume que usamos, mas sim com a limpeza que temos nas nossas ações e que favorecem muitas atividades, inclusive nós mesmos.
Sinta o aroma e se apaixone de vez!

0 comentários:

Postar um comentário