quinta-feira, 16 de junho de 2016

É cada Serumaninho...

Pegando carona numa frase de um artista bem conhecido nas redes sociais, venho hoje comentar sobre os seres humanos pequenos que todos nós conhecemos bem, pois fazem de tudo para gerarem meios nada construtivos de convivência, criando mais negatividade que soluções.
Estas pessoas são capazes de transformar tudo em uma grande problemática e fazem isso por prazer, pelo simples desejo de reclamar, não buscar soluções e de achar sempre que nada vale a pena para ser vivido. É com imenso desprezo que convivemos com este tipo de gente e para que tenhamos melhores dias e momentos, o ideal é afastar de vez estas cabeças complicadas e buscar outros meios de convivência mais elevadas e que nos tragam perspectivas mais sorridentes.
É cada criatura neste mundo, viu...
Ninguém merece suportar isso e parece que esse mal congênito vai passando de geração para geração, pois não deixam de se mostrarem presentes e cada vez mais fortes em nosso meio. É gente que não tem paciência no trânsito, que não fazem trabalhos pensando no futuro e que se relacionam como se fossem animais, sempre criando uma terrível forma de interagir, onde a voz forte e sem educação vale mais que a interação e a cooperação nas horas mais necessárias.
Viver é bem fácil, mas tem gente que complica demais, tanto para eles como para os outros e isso vai se tornando uma situação cada vez mais desgastante e sem muitas chances de uma boa convivência, onde a nossa mente fica desorientada e sem saber o rumo que tomar para sair desta aflição sem fim.


Serumaninho - Palavra usada pelo artista Marco Luque, com o seu personagem "Mustafary"

0 comentários:

Postar um comentário