segunda-feira, 29 de fevereiro de 2016

Piranhas e o Velho Chico

Neste final de semana fui conhecer a cidade de Piranhas, no finalzinho do Estado de Alagoas, divisa com Sergipe e posso dizer que a satisfação foi muito grande, pois a cidade calma e bem estruturada nos proporciona momentos de grande alegria ao lado do Rio São Francisco navegável e incrivelmente belo.
Logo cedo, fomos até o Mirante que proporciona uma visão geral da cidade e da beleza que o Rio São Francisco tem, com sua riqueza de história e de atrativos. Após um café da manhã regional, seguimos para a Trilha do Cangaço, que fica no Estado de Sergipe, e nos leva até a Gruta de Angico, onde o bando de Lampião foi emboscado e morto, tendo posteriormente suas cabeças expostas em praça pública para que todos conhecessem e vissem o grande feito policial da época, que foi exterminar o Rei do Cangaço e todos os seus seguidores. 
A viagem tem início no Porto de Piranhas, através de um catamarã bem equipado e seguro, que nos fez ter belas visões do rio que traz grandes riquezas para o Nordeste e contribui de forma grandiosa para o desenvolvimento da região, seja pelo lado econômico, favorecendo a pesca, irrigação, energia, agricultura e navegação ou pelo lado turístico, atraindo milhares de visitantes para conhecerem as belezas da região.
A cidade de Piranhas é bem pequena, em estilo colonial, mas bem favorecida de opções de lazer, hospedagem e alimentação, fatores que são definitivos para que todos tenham ótimos momentos no município e possam aproveitar cada minuto com muita alegria. A quantidade de pousadas e restaurantes não é muito grande, mas suficientes e com boa estrutura para atender aos diversos tipos de turistas que procuram a cidade para se divertir e conhecer um pouco da história local. O que achei ruim nos serviços prestados na cidade é que percebemos que a maioria é realizada por uma única empresa e isso gera um monopólio grandioso, gerando um aumento significativo dos preços e tornando o visitante sem opção para buscar melhores preços e que estejam mais adaptados ao seu bolso. Tudo que é cobrado nos restaurantes possui um preço bem salgado e o artesanato simples da região é vendido a preço de ouro, tornando a compra muitas vezes inviável. A comodidade dos espaços é muito boa, mas se os preços fossem melhores, favorecia mais os visitantes e tornava o local mais atrativo. Percebi que o turismo por lá não era muito popular e isso termina gerando um aumento nos preços devido ao público diferenciado que visita os locais e gasta o seu dinheiro.
Se formos analisar as comodidades e preços cobrados, veremos que ainda saímos no lucro, desde que sejam analisados os serviços como um todo e não somente de forma individual. A soma dos atrativos compensa possíveis explorações e o fato de estarmos num local extremamente isolado e pouco acessível em alguns aspectos, nos faz perceber que há uma satisfação motivada pela compensação do que é oferecido ao cliente.
Se num local mais visitado e barato não temos sequer um banheiro limpo ou um espaço comum bem conservado, isso não ocorre em Piranhas e nos restaurantes que encontramos às margens do Rio São Francisco, pois a organização chama a atenção e faz com que o preço alto dos serviços tenha uma serventia e nos faça ter uma contentação maior nos nossos bolsos.
No período da noite, a praça central da cidade recebe muitos visitantes e conta com uma apresentação artística bem interessante, que mostra um pouco do xaxado, do forró e da história do cangaço, ainda que de forma tímida. É mais uma forma de reter o público e de obter mais um nicho de mercado monopolizado, pois desde o catamarã, aos restaurantes, artesanatos e demais serviços, identificamos um monopólio que torna os espaços bem uniformes e com pouca diversificação. Talvez esta face do turismo de lá seja até uma vantagem, pois em nenhum momento vi desorganização nas ruas da cidade e nem serviços sendo vendidos com pouca segurança e higiene. Há uma preocupação de fato com a satisfação dos visitantes, nem que isso possa representar um custo elevado para a grande maioria deles. 
Piranhas é um local ideal para o descanso e nos proporciona, sem dúvida alguma, momentos de grande satisfação pessoal.




















0 comentários:

Postar um comentário