sexta-feira, 19 de fevereiro de 2016

Manda Nudes

A maneira como as pessoas se expõem nas diversas redes sociais é bem variada e se tornou moda expor o corpo em troca de nada, digo, quase nada. A fama momentânea ou a possibilidade de se tornar uma pessoa comentada, curtida e compartilhada é bem mais forte que a discrição que deveria sempre existir para determinados aspectos da nossa vida, quando algumas situações ou partes do nosso corpo deveriam ficar expostas somente nos momentos certos e não publicamente, de forma muito banal.
Antigamente a nudez tinha uma conotação diferente e dava até um certo status, já que tinha um aspecto revolucionário e exercia sobre as pessoas uma curiosidade que gerava muita publicidade e pouca vulgaridade.
Do jeito que muita gente anda vestido pelas ruas não precisamos imaginar muito como são as suas partes mais íntimas, já que a exposição é gritante e não precisa de muita interpretação ou imaginação. O termo "nudes" nunca foi tão usado e virou moda em vários aspectos sociais e até incentiva muitas festas que acontecem pelas cidades.
A liberdade que cada um tem para fazer do seu corpo o que bem entender é fato que não questiono, mas fico um pouco espantado com a falta de noção que demonstram em suas atitudes para se tornarem as "subcelebridades" que terão o seu momento de fama e depois cairão no esquecimento, tendo que agir cada dia mais loucamente para se manterem vivas no imaginário das pessoas.
Se hoje uso um artifício para manter a minha fama, amanhã poderei usar outro ainda pior e terminar concretizando a nudez de pensamentos e de pudor que as pessoas conquistam a cada dia, fazendo das suas vidas um livro aberto demais e sendo alvo de muitos comentários desnecessários. 
Há quem goste desta nudez e por isso buscam, a cada dia, novas possibilidades de exibição, não deixando nunca de lado o seu poder de se expor por nada e criando para si um universo bem particular e que deve ser renovado sempre para se manter vivo, tamanha é a sua falta de fundamento e conteúdo.

0 comentários:

Postar um comentário