segunda-feira, 11 de janeiro de 2016

Notícias Marcantes

O Brasil, em 2015, teve muitas notícias marcantes... 
Nem tão marcantes assim, pois a tendência foi falar mais das baixarias das personalidades do que sobre aquilo que realmente interessa ao brasileiro, que precisa de uma vida digna e sem tantas falcatruas governamentais.
O impeachment foi impedido por falta de provas e, principalmente, por não ter base legal, o que é pior. No Brasil quase tudo acontece fora da lei e até nos espantamos quando encontramos tudo muito certinho, pois parece que nem estamos na nossa Pátria.
Enquanto a baixaria de Chimbinha e Joelma ganhava os noticiários, a inflação mascarada comia os nossos bolsos e fazia com que perdêssemos a noção do que era certo ou errado, do que era necessário ou totalmente desnecessário. Era o carimbó tecnobrega da falta de noção, onde valia mais prestar atenção numa briga de casal do que se informar sofre a política nacional e tudo que ela causou devido aos casamentos errados de administradores que só pensam em tirar proveito das situações e fazer alianças cada dia mais lucrativas, para eles, claro.
As bundas e corpos expostos valem mais que os cuidados com a saúde real e enquanto as preocupações são as besteiras da estética sem limites, padecemos dos princípios básicos da saúde pública, sendo até derrotados por um simples mosquito.
A nossa microcefalia é congênita, talvez seja isso a resposta de tantas situações ruins que atualmente nos deparamos e temos que conviver, pois a mente pequena das pessoas faz com que resoluções simples sejam feitas a longo prazo, com mais custos e muitos desvios de verbas.
A crise política que passamos afeta a economia mas sentimos que ainda temos muito fôlego pela frente, pois basta ir ao comércio para notarmos que o movimento não para e faz com que ainda consigamos manter um bom padrão de vida, sem tantos excessos, mas dignamente. O brasileiro precisa só ter cuidado com o endividamento e não achar que está rico porque tem um bom limite no cartão de crédito.
Se o rio de lama que afetou o nosso cuidado com a natureza nos fez refletir sobre as consequências de atitudes mal planejadas, imagine ter que conviver com a violência crescente nas cidades e ter que escutar a seguinte frase: "roubam porque não tem emprego".
Eu queria escutar diferente: "Com a falta de emprego, brasileiros buscam alternativas de ganho financeiro e viram o jogo do desemprego." Seria bem mais bonito para a nossa cara e frutífero para a Nação, já tão cambaleada pela falta de rumo e escândalos sociais.
Se a Copa do Mundo furou os cofres públicos, deixando obras inacabadas até os dias de hoje, agora temos as Olimpíadas para completar ainda mais a situação, embora desta vez o problema seja pontual e mais restrito a um Estado do Brasil, que é o Rio de Janeiro. O Rio de Janeiro continua lindo...
Marcante mesmo foram os prêmios da música popular brasileira e tudo que hoje ela representa: popozudas e preparadas.
Uhuu só as cachorras!!!

E vamos nos abismando com tantas notícias marcantes...

0 comentários:

Postar um comentário