quarta-feira, 15 de julho de 2015

Praias de Morro Branco e das Fontes

Hoje foi o dia de conhecer a famosa Praia de Morro Branco, com suas rendeiras, cenários de novela e areias coloridas que dão origem ao artesanato local das garrafinhas que todos nós conhecemos bem. A praia fica no município de Beberibe e tem um povoado com várias opções de artesanato, onde podemos encontrar as areias coloridas sendo matéria prima de muitas lembranças de viagem, sendo elas imãs de geladeira, cinzeiros, vasos, chaveiros e copos decorados. A prática de retirar areias coloridas das falésias está em desuso hoje em dia, devido ao efeito negativo que isso proporciona ao meio ambiente, pois aumenta ainda mais a erosão que já é característica do espaço, o qual abriga o famoso labirinto das falésias, local muito visitado por todas as pessoas que vão até a Praia de Morro Branco.
Andei pelas falésias de terras coloridas e a paisagem é bem desértica, quase lunar. O caminho é breve e nos leva até a praia, que tem uma paisagem bem interessante e nos possibilita uma boa caminhada para contemplar a bela paisagem de morros alaranjados, mas que em alguns momentos nos mostram tons brancos e que justificam o nome da praia.
Lá foram gravadas cenas da novela Final Feliz e a casa, hoje preservada, serve de local para venda de artesanato ou quem sabe somente para um momento de recordação e fotos, já que a mesma possibilita uma linda visão panorâmica da praia. As garrafinhas coloridas vendidas por lá possuem um preço muito melhor se compararmos com outros locais, pois os artistas fazem as mesmas em grandes quantidades e vendem em pequenos fardos, o que ajuda muito na hora da compra. Os modelos que fazem maior sucesso são as que possuem paisagens do ceará, mas há também aquelas que trazem desenhos abstratos e que não deixam de ser belas, embora não tragam o ar pitoresco que as outras oferecem.
Andando um pouco, encontramos a Praia das Fontes, local que possui características parecidas com Morro Branco, mas que apresenta um detalhe engraçado e que muito chama a atenção dos visitantes, pois das suas falésias mina água doce e pura para que seja apreciada pelos turistas. Nas suas margens, com a maré baixa, a praia possui muitas pedras e isso dificulta um pouco o banho em alguns locais, já que o medo de escorregar de maior que o de se afogar.
Há algumas grutas que podemos entrar e verificar as minas de água saindo das rochas, mas este deleite é somente possível na maré baixa, pois quando esta sobe o acesso fica ruim e difícil de ser ultrapassado. Os passeios de buggy também são bem procurados e quem não tem coragem de caminhar um pouco, termina optando por este opcional que desfruta das paisagens locais com um pouco mais de aventura.
Em outro momento, irei aproveitar melhor a Praia de Morro Branco e caminhar mais pela sua orla, pois percebi que belas paisagens podem ser fotografadas e desfrutadas. Um local que recebe muitos visitantes e alguns deles optam por conhecer no mesmo dia a Praia de Canoa Quebrada, que fica próxima. Eu fui em dias separados, justamente para ter uma noção maior das belezas locais e não ter uma passagem tão corrida de locais tão interessantes.
Gostei muito do local e ressalto mais uma vez a necessidade das prefeituras locais de cuidarem melhor dos espaços visitados, além de conscientizar todos aqueles que por lá passam, pois a quantidade de lixo deixada nos pontos turísticos é gritante e deixa qualquer passeio com um aspecto depreciativo e sem muita empolgação, pois beleza não combina com descuido e sujeira.





























0 comentários:

Postar um comentário