quarta-feira, 3 de junho de 2015

A Sequência das Coisas

Muitas vezes na ânsia de finalizar as nossas atividades, começamos a realizar ações diversas sem seguir uma sequência lógica de execução, criando um transtorno absurdo para quem verá o trabalho finalizado, pois é nesse momento que as falhas de execução serão observadas e os espaços terão ajustes inevitáveis para serem feitos, a fim de garantir que um melhor convívio com as novidades seja sentido e possa gerar os bons frutos tão esperados.
Não adianta arrumar um espaço se este está cheio de poeira e pode comprometer tudo que será realizado e organizado. Temos primeiro que remover a sujeira e depois ajustar o espaço para receber tudo que precisa de organização. Nada ficará bem se não seguirmos um padrão de organização e se não forem tomadas as medidas cautelares necessárias para que cada atividade possa ser proveitosa e contribuir para as demais.
Se começamos algo de forma desmedida, terminamos de uma maneira descontrolada, causando um transtorno enorme e fazendo com que nada seja eficaz e possa gerar uma boa efetividade. O conforto nas atividades que desenvolvemos não é visto somente pela sua realização, mas sim pela forma organizada de fazer algo e de medir antecipadamente as influências que poderão por em risco as mais variadas ações que desencadearão um resultado final de grande valia e sabedoria, pois fazer tudo de forma desmedida e sem controle é antes de tudo um ato de desconsiderar a nossa inteligência, colocando em risco a forma como nos comportamos diante de tudo que encontramos na nossa vida.
Todas as vezes que agimos com cautela e inteligência, obtemos resultados verdadeiros do nosso esforço e percebemos claramente que a vida merece atenção para que se torne real e bem distribuída, pois caso contrário só teremos esforço demasiado, cansaço além da conta e resultado ruim, bem abaixo do esperado.
Antes de realizar algo, faça uma sequência lógica do que vai desempenhar e veja todas as interferências que serão sentidas no processo para que uma mínima, mas certeira efetivação seja sentida, já que mesmo com os grandes obstáculos que poderão ocorrer, tenhamos um pouco mais de certeza naquilo que está no nosso caminho e nos desafia diariamente.
De que adianta encher o prato sem esperar que a comida fique pronta? O sabor não será o mesmo...

0 comentários:

Postar um comentário