segunda-feira, 18 de maio de 2015

O Momento Exato

Qual o momento exato para realizar algum feito?
Caso soubéssemos esta resposta, certamente erraríamos menos e teríamos mais chances de escolher as melhores opções, aquelas que nos fazem felizes e nos deixam com a grande sensação de alegria eterna.
Pois bem, nem sempre temos esta oportunidade e algumas vezes, sem querer, podemos realizar fatos e ações que nos ajudam a perceber que a vida pode ser uma surpresa diária e mesmo assim nos trazer grandes felicidades e nos causar ótimos resultados, os quais serão reflexo da nossa vivência e determinação para sempre buscar o que é bom e necessário.
Se soubéssemos todas as vezes que a água iria acabar, certamente escolheríamos o horário adequado para tomar um banho, mas se isso não é possível, ficamos com aquela sensação de frio na barriga todas as vezes que executamos uma tarefa costumeira ou cheia de novidade. A maneira como irá se comportar tudo que interage nas nossas vidas é justamente a desconhecida forma de esperarmos pelo melhor e algumas vezes nos desesperarmos quando algo se concretiza de forma bem disforme do que foi imaginado.
É isso que torna a vida interessante e a exatidão deixou de ser uma meta nas nossas vidas para ser apenas um detalhe do caminho, aquele que nos guia por lugares sinuosos ou quem sabe até bem retos e fáceis de serem visualizados.
Algumas atitudes, de tão previsíveis, já estão bem formadas nas nossas mentes, mas mesmo assim podem sair diferente algum dia e o efeito surpresa novamente se faz e conquista de vez a nossa maneira de viver e de encarar o mundo. Sabedoria vai ser o momento em que pudermos administrar bem isso dentro de nós, de maneira serena e nunca raivosa, pois se a vida é tão cheia de nuances e isso é o que a torna tão bela, porque iremos esperar que ela seja sempre previsível?
Até a bola que cruzou esta fotografia que ilustra o texto de hoje não foi prevista e quando visualizei a foto no meu computador foi que percebi o estrago realizado e notei que o detalhe não esperado e planejado foi a cereja mais importante da imagem, o ser inimaginável que se tornou um detalhe extremamente interessante e que contribuiu para a minha inspiração ao tema de hoje.
Não escolha momentos exatos e aprenda a viver com os imprevistos que a vida nos apresenta. Um deles será o diferencial que tornará tudo diferente e com grandes possibilidades de nos levar a inspirações maiores e bem mais grandiosas que a obviedade do que achávamos ter.
Não viu a bola? 
Aumente a fotografia. 
Lembre-se: Ela é um detalhe não previsto, pequeno, mas um detalhe...

0 comentários:

Postar um comentário