segunda-feira, 16 de março de 2015

Peixe Morto

Ficar esperando a "morte da bezerra" ou quem sabe agir como um peixe morto é algo terrível, mas é assim que muita gente age diariamente e faz das suas vidas uma decepção total, pois jamais conseguem efetivar nada de bom e terminam sempre colocando gosto ruim nas realizações dos outros e achando que a felicidade alheia é uma besteira sem fim.
Morrer na praia constantemente e não agir para que isso mude é algo que parece normal para muita gente, mas que pode ser facilmente revertido se estivermos comprometidos com o nosso ânimo e satisfação, sem permitir que nos afoguemos na falta de compromisso com o que é bom e que merece a nossa alegria e apego.
Se deixamos que tudo padeça, iremos faltar na aula da vida e seremos cada dia mais despreparados para enfrentar os novos caminhos que diariamente nos são apresentados, com todos os seus altos e baixos e que precisam do nosso equilíbrio para serem superados e ajustados de forma que não cause nenhum transtorno e nem desgaste a nossa vida de uma maneira intolerável e muitas vezes sem volta.
A vida que temos dentro de nós é a forma mais serena de mostrarmos para nós mesmos que somos capazes de evoluir e de obter novos rumos nas nossas vidas; para isso basta que saibamos a hora certa de agir, construindo cada pedaço da nossa existência com muita sabedoria. 
Não adianta sermos homens adultos se ainda agimos como crianças mimadas e sem o mínimo de compromisso com o futuro, vivendo cada dia mais apegados ao que não presta e que não gera nenhum fruto.
O olhar de peixe morto é para quem já morreu.
Vamos mostrar vitalidade e só deixar que ela nos abandone na hora que não tivermos mais forças para abrir os olhos e ver que o mundo é uma dádiva e precisa da nossa atenção.
Vida é o que precisamos...

0 comentários:

Postar um comentário