sexta-feira, 27 de março de 2015

Cuidados Necessários

Quando fazemos algo sem o devido cuidado, nos deparamos com vários tipos de desgastes que poderiam ser evitados, gerando um clima nada ameno entre a nossa mente e aqueles que nos cercam, pois se não estamos felizes com as nossas desordens pessoais, jamais poderemos ficar contentes com os acontecimentos que irão nos influenciar e nos deixar cheios de preocupações.
Se organizar a casa é necessário e faz um bem danado, imagine ter que perceber que deixamos rastros desnecessários e que colocaram em risco a beleza do local, já que um detalhe que era essencial foi esquecido e fez com que os nossos olhos observassem mais atentamente para aquele defeito do que para o resto do contexto.
Temos uma capacidade enorme de enxergar benfeitorias, mas é nos defeitos que nos apegamos e fazemos escola com direito a aula particular sobre o assunto e fazemos com que isso seja mais forte do que nós e permita que passemos a analisar tudo pela ótica danosa do que não presta e não do que pode ser aproveitado.
Poucos de nós temos o dom de observar defeitos e se conformar com eles quando percebemos que não são reversíveis de maneira rápida e precisam da nossa paciência para serem ajustados no tempo certo. Nossa maior aflição é querer que aquilo mude logo e tenha uma outra conotação num passe de mágica, algo inacreditável em muitos momentos das nossas vidas. 
O certo a fazer é pensar na melhor forma de mudar a situação e, assim, achar meios de driblar a nossa falta de consolo diante de tantas "coisinhas" que vão surgindo e nos tiram de tempo e nos deixam no espaço, literalmente.
Ter cuidado é bem mais do que olhar para isso ou para aquilo. É saber exatamente onde a melhoria está e fazer com que ela seja uma aliada fiel em todos os nossos desejos e atividades.
Cuidado nunca é demais...

0 comentários:

Postar um comentário