quarta-feira, 28 de janeiro de 2015

Nossos Passos

A nossa passagem pelo mundo é bem mais importante do que imaginamos e não podemos deixar jamais que isso se transforme num momento de pura ineficácia, onde não possamos perceber todas as interferências e contribuições que iremos encontrar, as quais nos fazem evoluir e nos tornarmos mais fortes e destemidos para as grandes atribuições que ainda nos serão apresentadas.
Cada pedacinho nosso reflete os detalhes que o mundo nos apresenta e que nos favorecem de várias formas, bastando para isso que a nossa atenção esteja redobrada e possa captar cada detalhe do que chamamos de importante. Passar sem deixar rastros é tarefa que não merece crédito e só deve ser praticada por aqueles que fazem as ações às escondidas, onde o mal geralmente impera e faz com que as atitudes sejam mascaradas para criarem uma grande omissão do que realmente é válido e precisa ter visibilidade.
Mostrar a nossa capacidade é sempre bom, mas temos que fazer isso com passos concretos e largos, nunca deixando as nossas realizações inadequadas e cheias de obscuridades que causem temor ou falta de ânimo.
Sempre que realizamos algo, temos que fazer de uma forma boa, melhorada e que nos possibilite um aprendizado constante, já que atividades que nos impedem de evoluir são facilmente destruídas na nossa mente e fazem com que esqueçamos rapidamente o seu sentido e como ela iria contribuir para a nossa vida e eficácia.
Saber como se comportar diante da vida é bem mais fácil do que imaginamos e basta um piscar de olhos para espantar a poeira momentânea que insiste em nos perseguir e nos tirar dos reais propósitos aos quais somos apresentados constantemente.
O nosso cadeado com as iniciais deve estar fincado numa vida toda e não somente em passagens momentâneas onde a chave é jogada num rio de grandes turbulências e que terminam acabando com a nossa perpetuação e sabedoria. 
Passar pela vida todos nós sabemos, mas com sabedoria, poucos aprenderam.

0 comentários:

Postar um comentário