quarta-feira, 21 de janeiro de 2015

Bocão

Resolver assuntos apenas com barulho não gera nenhum fruto, mas é essa a atitude que muitos tomam e terminam criando confusão ao invés de solução. Se não temos a intenção de resolver algo, não vale a pena ficar fazendo desordem e agonia desnecessária, pois não irão possibilitar para ninguém uma satisfação benéfica e que ajude a termos o melhor nas nossas vidas.
Quando queremos resolver algo, vamos direto ao ponto, buscamos a fonte do problema, achamos as interferências, sugerimos soluções, verificamos as nossas falhas e criamos meios de melhoria para que tudo seja solucionado. Se a intenção é outra, iremos somente gritar e abrir o bocão para que o ventilador coloque no ar todas as broncas existentes, de forma quebrada e bem mais difíceis de serem solucionadas em tempo hábil e com grande efetividade.
Estava escutando no rádio um programa que faz basicamente isso e vi que a intenção do radialista não era solucionar nada e sim criar um falatório desnecessário do que parece muito simples e que fica inflamado com a forma caricata dele falar e de distribuir a história para a sociedade. 
Eu acho que é um programa de comédia e não de utilidade pública.
É justamente isso que acontece quando tratamos assuntos relevantes com desdém, pois o que era sério termina se transformando em piada e servindo como uma forma de divertimento e não de comprometimento. Ao invés de ajudarmos a sociedade, terminamos atrapalhando e fazendo com que esta fique ainda mais complicada.
Assim também é na nossa vida pessoal e profissional, pois o que mais percebemos são pessoas que não querem resolver nada, mas sabem exatamente a hora de abrir o verbo e dessa forma contribuírem para a desgraça total de muitas situações simples e que se transformam em banalidades ou em problemas de pouca solução devido ao descaso e falta de apego ao que realmente interessa.
Solucionar é uma palavra chave para aqueles que querem mudanças, mas também pode ser uma farsa para aqueles que não buscam sair do lugar comum e só fazem barulho por muito pouco ou para mostrarem a sua total falta de competência para solucionarem coisas simples da vida e que precisam somente da nossa visão diferenciada em alguns momentos.
Tocar o trombone é bem melhor do que só colocar a boca nele, não é mesmo?

0 comentários:

Postar um comentário