segunda-feira, 27 de outubro de 2014

Praia de Guadalupe

A Praia de Guadalupe, no município pernambucano de Serinhaém, é o que podemos chamar de suposto paraíso, pois suas terras quase intocadas abrigam belas paisagens e nos levam a acreditar que a natureza é perfeita se o homem tiver o cuidado de sempre observar as suas limitações.
Gostaria muito de ter visto somente belezas por lá, mas encontrei muitos vestígios de pessoas mal educadas e que deixaram o seu rastro danoso por onde passaram, já que na breve caminhada que fiz pude perceber vários detalhes do lugar, inclusive que ele é divisa com a Praia dos Carneiros, outro bela representante do nosso litoral.
Encontrei muito lixo na areia e dava para notar que foram deixados pelos visitantes, já que alguns deles estavam em sacolas plásticas amarradas e encostadas nos coqueiros. Será que alguém bem inteligente pensou que o caminhão de lixo iria passar por ali? 
A praia é tão deserta que em alguns momentos faz medo você ficar andando sozinho. Era de se esperar que alguém tivesse essa dedução lógica e pensasse tão proativamente para deixar o lixo já arrumadinho esperando a coleta.
Encontrei garrafas e mais garrafas de bebidas e provavelmente os ébrios que ali estiveram só tiveram tempo de levar o próprio corpo, deixando para trás os recipientes da sua ignorância e desrespeito. Algumas mães descuidadas também deixaram fraldas descartáveis no local como forma de educar logo cedo os seus filhos a fazer o que não presta e desmerecer os lugares por onde passam. Algumas áreas são delimitadas com muros e alguns mirantes, que eu não entendo o significado das suas edificações, pois se a casa já está situada à beira mar, por que invadir ainda mais a praia se algum dia o mar vem e derruba tudo?
Mais algumas idiotices de nós, homens...
Tirando estes equívocos, o lugar é lindo e merece ser visitado, ainda mais com a maré baixa, pois no final da caminhada encontramos uma grande concentração de bancos de areia, fazendo com que a vista do local fique ainda mais bonita e possa nos dar uma visão privilegiada do mar azul e de todas as suas belezas.
Para chegar lá é bem fácil e basta seguir até o município de Serinhaém, perto das praias de Serrambi e Porto de Galinhas e de lá ir até ao mirante da Praia de Guadalupe, que possibilita uma bela visão das falésias e também de algumas dunas e formações rochosas. 
Segui também para a Praia de A Ver o Mar, mas a decepção foi grande haja vista que o local foi tomado por bares desordenados e que fizeram do espaço uma terrível concentração de entulho e restos de construção, sem contar o lixo que os visitantes também deixam, que é bem maior que na Praia de Guadalupe. Percebi que as pessoas que ali vivem e tiram o seu sustento não possuem respeito algum pela natureza e nem a Prefeitura de Serinhaém tem a fiscalização do local como prioridade, pois o descaso é tamanho e grita aos nossos olhos.
Valeu o passeio, mas fiquei triste com a falta de cuidado das estradas de acesso, da sinalização e da infraestrutura, além da sujeira na praia, enfim, da ordem e cuidado. As pessoas precisam ir para o local e aprender a trazer de volta os seus restos, deixando o espaço intacto e propício para outros visitantes. 
Parece que a única praia que merece atenção é Porto de Galinhas e as demais continuam padecendo do mal da desordem e ficam sendo faladas como paraísos somente na ficção, porque na realidade a situação é bem diferente.
Deixo algumas fotos do local, onde procurei excluir ao máximo as mazelas que encontrei, mas me sinto na obrigação de mostrar os novos itens marinhos que encontrei por lá, todos eles criados e distribuídos pelo homem em grande escala e com poucas chances de aproveitamento pela natureza.
Sejamos mais cuidados com a natureza e aproveitemos ao máximo o que ela tem a nos oferecer, pois se continuarmos agindo com tanto descaso, ficaremos sem chances de usufruir das belezas que a vida nos proporciona, de graça, sem nenhuma exigência ou taxa de serviço.































































0 comentários:

Postar um comentário