sexta-feira, 10 de outubro de 2014

O Brilho da Estrela

Todos nós temos uma estrela que brilha, mas que só precisa do nosso combustível diário para não perder a sua capacidade de aparecer e de se tornar visível, contribuindo para que muitas visões interessantes possam ser percebidas, já que muitas das nossas atitudes terminam por mascarar o que temos de melhor e fazer com que percamos o rumo das nossas realizações e conquistas.
Acordar e ter um dia inteiro pela frente é uma sensação e não uma obrigação, pois se percebermos tudo que nos influencia, veremos que as possibilidades de sucesso são muitas, mas nem sempre sabemos aproveitar da maneira adequada para que os nossos reais potenciais possam ser vistos e qualificados como importantes e realmente interessantes para muitas das ações que tomamos ou somos chamados para assumir.
Em casa, no trabalho, no nosso círculo de amizades e em diversos lugares aparecem situações que nos mostram a claridade do dia ou a escuridão da noite, mas é um compromisso nosso não desistir jamais das dificuldades e com elas saber que o nosso brilho pessoal pode ser a resposta para todas as adversidades e também a forma de nos fazermos ser vistos e admirados pela nossa intensidade e capacidade de ofuscar os mais diversos e adversos obstáculos que nos são apresentados
Quando vamos passando por vários estágios da vida, aprendemos que a construção dos nossos objetivos depende mais de uma carga serena e constante do que uma carga cheia de energia, mas que se apaga em pouco tempo e só nos faz ficar cansados e sem nenhuma chance de conseguir de novo o nosso brilho para iluminar todos os cantos que nos esperam e nos pedem um pouco de vivacidade.
Sentimentos bons todos nós carregamos, mas os ruins também contribuem para a nossa falta de força e faz com que a nossa vida tenha altos e baixos, sempre necessitando de uma luz adicional para nos favorecer e nos elevar a um patamar mais alto, local de onde poderemos vislumbrar novos ideais e perspectivas de vida, onde a alegria e superação serão bem mais fortes e presentes que a derrota que insiste em nos perseguir e nos torna cansados de tantas turbulências e aflições.
Não vamos desistir da nossa estrela...

0 comentários:

Postar um comentário