quarta-feira, 21 de agosto de 2013

Baile dos Mascarados

Até quando vamos encontrar pessoas usando máscaras para omitir as suas reais intenções? A vida nos apresenta muitas situações, mas acredito que a mais danosa e triste é quando descobrimos que algum dos rostos que convivemos diariamente não possui aquela beleza toda ou que o brilho é falso e ofuscado por ações que colocam em risco a sua verdade e capacidade de se manter como pessoa admirada e querida.
Quem já passou por isso sabe o que estou falando e cada vez é mais comum esse acontecimento, pois, como se fosse uma doença, as pessoas aprenderam a não ser mais verdadeiras naquilo que pregam e fazem da realidade algo diferente do que ensinam para os outros. Se tentam ser bons líderes, minam a paciência dos outros. Se tentam ser bons amantes, traem e enganam. Se tentam ser bons amigos, evitam a boa convivência.
Certas vezes não entendemos o mundo e as pessoas, mas é difícil mesmo ter isso bem formalizado nas nossas mentes, pois a cada momento isso evolui e faz com que novas situações possam ser apresentadas, fazendo com que as pessoas fracas e sem opinião formada caiam na lábia dos falatórios e terminem maltratando o que merecia um pouco mais de atenção e cuidado.
Alguns nem sabem usar as máscaras e são identificados imediatamente pelo olhar falsário, de gente ruim. Outros nem são ruins, mas, pela fraqueza que possuem, terminam fazendo da própria vida um carnaval de ideias onde a cada dia uma nova cor é usada para enfeitar as suas atitudes que deveriam ser negras e mostrar de cara a sensação ruim que transmitem quando são identificadas como maléficas.
Odeio máscaras, acho que todo mundo deveria ser verdadeiro, nem que isso doesse muito ou pudesse comprometer algumas das atitudes que diariamente tomamos. Não adianta sermos pessoas bonitinhas por fora, cheias de brilhos e destaques se na verdade o vazio é o que temos para oferecer, sendo este difícil de ser preenchido se não mudarmos radicalmente a nossa forma errada de agir e de se comportar diante das situações que nos são mostradas e que precisam muito do nosso comprometimento para se tornarem reais e verdadeiramente felizes.
Na verdade, todos nós usamos alguma máscara um dia, mesmo sem percebermos o ato de uma forma que nos motivasse a mudar e optar por uma atitude diferente. Somos levados pelas falhas de personalidade e nenhum ser humano poderá fugir disso.
Que caiam todas as máscaras...

0 comentários:

Postar um comentário