terça-feira, 9 de julho de 2013

Novinha!!!

Fotografei esta frase num muro daqui do Recife e logo de cara pensei que o significado fosse tão somente para a jovialidade que cada um de nós carrega dentro de si, mas quando publiquei a foto na minha página social, alguns amigos remeteram a frase à prostituição infantil que é tão comum hoje em dia e, principalmente, nas áreas turísticas.
Bem, vou falar de jovialidade mesmo e ficar pensando que a prostituição infantil é algo que não existe, pois um tema desses não deve ter espaço na vida de cada um de nós, já que agride o lado "criança" que cada pessoa tem e faz com que este dê lugar aos prazeres carnais que existem hoje em grande escala na sociedade, que aprendeu a valorizar o prazer ao invés da vergonha na cara.
Quando somos jovens, temos o desejo de mudança, de fazer um mundo melhor a cada passo que diariamente damos e que são necessários para o nosso sucesso. O ruim é que nem todos conservam dentro de si esta criança tão necessária e terminam envelhecendo rápido demais e sem chances de buscar o tempo perdido para conseguirem ter momentos de puro deleite, onde as descobertas valem mais que tudo e o poder de desafiar o mundo é mais presente que a nossa própria vida.
Está morto quem esconde a sua criança interior, quem não faz perguntas desconcertantes ou brinca com a própria agonia, pelo simples prazer de ser alguém ilimitado e com sonhos acima da média. Fico muitas vezes observando a forma destemida que as crianças possuem e como elas nos ensinam com esse jeitinho sublime e divino de ser, onde a inocência coloca um adulto numa saia justa, mas mesmo assim o desafia a pensar sobre os seus erros e acertos.
Quantas vezes não fomos surpreendidos por uma máxima infantil?
Eu mesmo me surpreendo com as minhas sobrinhas e com as conclusões que tomam a cerca de muitos fatos e atitudes, pois sabem que há fogo, mesmo sem entender muito bem a sua origem e contribuições. A sabedoria de uma criança está muito além do seu jeito inocente de ser, mas reside no olhar curioso e surpreendente que coloca todos nós para pensar duas vezes nas nossas vidas e com isso aprender como é bom estar sempre de alma nova e aberta para o mundo, onde o lado adulto seja esquecido de vez em quando e dê lugar a todos os personagens que aprendemos a admirar e que nos davam força, poderes e a certeza de que o mundo era nosso e que a conquista de tudo isso é bem mais fácil do que possamos imaginar.
Agindo como uma criança aprendemos a ser mais humildes, mais serenos e a ter certeza de que nada é impossível neste mundo se conservarmos dentro de nós a liberdade de exercermos o nosso perfil "bobinho", mas cheio de sabedoria. A vida é bem melhor se for vista com um olhar de criança, pois dificilmente encontraremos defeitos nela e se alguma vez isso existir, acharemos a solução imediatamente e de forma grandiosa. 
Isso os adultos não conseguem com maestria e terminam sempre complicando demais a vida que é tão simples e só precisa ser vivida.

0 comentários:

Postar um comentário