sexta-feira, 22 de março de 2013

Copo de Veneno

Me dê um copo de veneno, pelo menos
Pra eu morrer
Por não gostar de viver
E nem de ter medo de morrer

Não tenho medo
Não tenho medo de morrer
Pelos mesmos venenos

Por favor me dê um copo de veneno
Pelo menos
Com duas pedrinhas de gelo,
Pelo meio

Pra diluir
O gosto amargo do veneno supremo
De ter que viver sofrendo
Por mim
Ou por você


Composição: Karina Buhr


0 comentários:

Postar um comentário