quinta-feira, 21 de fevereiro de 2013

Quando o Mundo Gira...

O mundo gira quando estamos tontos com tantos acontecimentos imprevistos ou quando o descaramento das pessoas nos faz ficar sem chão e perceber que nada é totalmente seguro nas nossas vidas e que mereça a nossa preocupação e dedicação total.
Dedicação integral só com nós mesmos e com o compromisso de nos mantermos fortes para todos os obstáculos, evitando a queda e a vertigem que acontece quando os pontos que eram bem formados se tornam obscuros e com brilho incompleto, como se fossem influenciados por luzes diferenciadas e que nos cegam em alguns momentos.
A respiração ajuda nestas horas e permite que o nosso cérebro seja irrigado com coisas boas e pensamentos construtivos para encontrar a saída e melhorar as nossas ações para o bem e também para o nosso sucesso, mesmo diante de tantas turbulências que nem foram causadas por nós e que possuem resoluções bem simples de serem feitas.
Brilhar todos nós podemos, mas ficar obscurecendo a vida dos outros para tentar trazer para si uma realidade acima do esperado é covardia e faz com que tudo possa parecer falso demais, onde a falta de humanidade e respeito são os pontos negativos de qualquer realização e atitude mais planejada. 
Gira, gira, gira mundo...
Dá muitas voltas e faz com que todos nós possamos nos encontrar e discutir novamente o que ficou obscurecido e ainda magoado, de forma velada e covarde.
Gira, gira e faz com que a tontura possa ir diminuindo a cada nova percepção e a cada vômito do que ficou guardado e que não presta mais para a nossa satisfação.
Gira e mostra o que realmente interessa e deixa para trás tudo aquilo que é pequeno demais para ser notado com os nossos olhos turvos e cheios de desânimo.
Gira, gira, girou...
Girou?

Fotografia feita por acaso, quando eu ajustava a câmera, e que foi muito útil para girar meus pensamentos e inspirar uma publicação aqui no blog.

0 comentários:

Postar um comentário