domingo, 4 de dezembro de 2011

Conto do Vigário

Hoje em dia, as falsas empresas que tentam enganar os consumidores são muitas e todas elas manipulam informações precisas de pessoas físicas e jurídicas, sendo muito fácil saber a melhor forma de agir de forma desonesta, pois a proliferação dos meios de comunicação e da internet facilitam a busca dos conteúdos que até então eram restritos e quase inacessíveis ao grande público.
É muito fácil saber quem é quem e todos os dados jurídicos de uma empresa, já que tudo está disponibilizado na grande rede de computadores e basta uma consulta rápida nos sites de busca para termos facilmente várias informações sobre o que desejamos. Uma palavra remete a várias possibilidades de resultado e muito enganado está quem pensa que fica ileso deste tipo de situação. Até quem não tem acesso ao computador ou nem sabe como usar, fica com seus dados ou até fotos disponíveis. Basta que em algum momento tenha participado de um fato que terminou sendo lançado virtualmente.
Toda essa acessibilidade às vezes assusta, pois nem sabemos como estes dados serão usados ou como poderemos ser vítimas dos vigarista de plantão, que com os seus contos encantadores terminam deixando várias pessoas em apuros e sem chances de defesa. Nada pior do que ter que discutir com essas pessoas as situações mal resolvidas que elas mesmas criaram e que usam de forma desleal para sugar um pouco de dinheiro ou simplesmente para ameaçar e tentar tirar proveito daquilo que nem imaginávamos existir.
Todo cuidado é pouco na hora de assinar algum documento, ao disponibilizar informações na internet ou simplesmente quando criamos meios de sermos achados virtualmente. Não percebemos, mas a maneira virtual como lidamos com a nossa vida nos faz perceber que somos um pequeno grão de areia neste infinito de informações e que quanto mais tentamos nos privar da exposição excessiva, mais aparecem formas de nos deixar sem roupa diante do mundo, sendo possível que todos tirem suas conclusões ao nosso respeito e possam saber tudo o que estamos realizando de forma bem precisa.
A melhor maneira de usar tudo isso que está disponível para o nosso entretenimento, mas conservando a nossa integridade, é disponibilizando somente o necessário, para as pessoas certas e nos momentos oportunos. Nada de fazer uma agenda virtual com todos os nossos passos, pois isso só gera polêmica e desperta interesse além da conta no que iremos desempenhar.

0 comentários:

Postar um comentário