quinta-feira, 24 de novembro de 2011

Todo Mundo, Toda Gente

Todos somos iguais e ninguém é igual...
A forma que cada um de nós encontra para lidar com as suas situações ou para cobrar direitos e procedimentos das autoridades competentes, remetem em primeiro plano o sentido de igualdade que é desejo todos. Tratar todos de forma igualitária é uma lei universal, mas entender as diferenças de casa um é algo bem mais complicado e que exige um pouco do nosso tempo.
Quando falo que ninguém é igual, falo no sentido de perceber que nem todos buscam soluções ou reconhecimentos da mesma forma. Para uns a vida está muito boa e estruturada e para outros nada funciona bem e merece um pouco mais de atenção. É esse pensamento difuso que faz com que cada pessoa reaja diferentemente para cada situação e às vezes nem perceba que existiu ou não na sua vida uma atitude que pudesse remeter ao desconforto de se sentir diferente ou discriminado.
Existem pessoas bem mais ajustadas que outras, isso é bem verdade, mas é nesse ponto que reside toda a diferença e faz com que possamos entender o nosso papel e também as atitudes que deveremos tomar para nos sentirmos menos diferentes e ao mesmo tempo totalmente diferentes.
Uma coisa é você se sentir feio, outra coisa é você deixar que isso seja o ponto de partida da sua vida, fazendo com que muitos benefícios possam ser esquecidos por mera falta de compromisso com nós mesmos.
Todos somos iguais no sentido de cobrar direitos, de brigar pelos nossos ideias comuns e também por firmar a nossa igualdade diante de todas as situações que possam existir.
Ninguém é igual porque cada um pensa diferente e esses sentimentos remetem justamente aos destinos que daremos aos nossos anseios e se eles farão alguma diferença na nossa vida.
Para mim a interpretação de algo pode remeter a situações bem simples, mas para outros são fatos bem divergentes e totalmente complicados.
Essa é a diferença entre as desigualdades humanas.
E eu sou totalmente diferente de você, tenho certeza disso.

0 comentários:

Postar um comentário