sexta-feira, 25 de novembro de 2011

Compras Natalinas

O Natal se aproxima e nossos bolsos vão ficando cada vez mais vazios com as armadilhas do consumo e também com a sensação de ganho extra com o 13 Salário. É incrível, mas ele acaba na mesma proporção que veio.
As oportunidades são muitas, as lojas ficam lindas para nos encantar e nos morder como vampiras, sugando tudo que temos. Este ano, vou buscar fugir disso tudo, pois nada melhor do que iniciar um ano novo sem dever muito, já que as piores despesas tem início em Janeiro. São as taxas federais e estaduais, que, juntas, unidas, nos pegam de uma vez só, com os bolsos furados e com a cara lisa.
Se formos verificar bem, podemos fugir bem de muitas despesas no Natal e Ano Novo, basta termos um pouco de compreensão daquilo que realmente importa e que fará a diferença no período festivo. Muitas vezes temos uma roupa que ainda nem usamos, mas por consumismo compramos outra para usar somente naquele momento.
Nunca passei um Ano Novo vestindo branco. Por dois motivos simples: É uma roupa trabalhosa de usar e de lavar e a cor não me agrada. Fico tom sobre tom, pois em alguns momentos a minha pele se mistura com a cor da roupa. Por isso nunca sucumbi aos desejos de consumo de comprar roupas brancas nesse período e sempre dei prioridade ao colorido que já fica disponível para uso durante todo o ano.
A melhor forma de passar as festas de final de ano muito bem é gastando pouco, satisfazendo os presentes necessários e não engordando nenhum quilo. Eita...
Essa foi a pior parte...
Como não engordar um pouquinho com tantas comidas gostosas?
Acho que não tenho dicas para esta situação, pois confesso que para qualquer humano, normal e ajustado, é difícil conter a gula nesses momentos e deixar de provar as delícias e iguarias que somente no final do ano temos mais oportunidade de provar.
Pior ainda quando temos família grande e que gosta de se reunir...
Aí a mundiça é bem pior e todos ficam mal feitos mesmo, tendo que usar o mês de janeiro como sendo uma forma de compensar tudo que comeram em excesso.
Seja como for, as festas de Natal e Ano Novo sempre mexem conosco e nos fazem mais felizes e saudosos, pois lembramos das pessoas que mais importam nas nossas vidas, mas nem sempre estas estão por perto para comemorar o momento.
Vamos brindar assim mesmo...

0 comentários:

Postar um comentário