segunda-feira, 7 de novembro de 2011

Queimando Tudo

Há uns três meses começaram a nascer algumas pequenas verrugas no meu queixo e que logo no início eu pensei que eram cravos. Arranquei inocente e o resultado foi uma proliferação enorme que deixou meu queixo cheio das indesejáveis. Só soube que eram verrugas após uma consulta a uma dermatologista que me disse que a multiplicação se deu porque eu arranquei e como houve sangramento, elas ficaram infestadas na minha pele.
Iniciei o tratamento usando um ácido mais fraco para queimar e não serviu de nada. Foi como se eu estivesse usando água, pois ele queimava a minha pele, mas as verrugas voltavam a nascer, cada vez mais fortes.
Voltando à medica após um mês de tratamento, ela fez uma aplicação de um ácido mais forte na pele e este corroeu ainda mais a minha pele, menos as verrugas que ficaram lá, lindas e loiras, após a ferida secar.
Na última sexta-feira voltei ao consultório e pedi para que a médica queimasse tudo com o bisturi elétrico. Ela anestesiou tudo e queimou todo o local, fazendo uma raspagem para evitar que as danadinhas voltassem a nascer. Estou feliz da vida com o resultado, pois a eletrocoagulação fez menos estragos na pele que os ácidos que vinha usando, além de não me deixar dor e nem uma ferida muito grande e aparente. A sensação foi engraçada, pois a médica ficou mais nervosa que eu, com medo que a minha pele fosse ficar muito queimada, pois tinha várias verrugas para serem destruídas. Ela toda cuidadosa e eu louco para me livrar daquelas infames e horríveis lesões.
O cheiro de pele queimada foi um detalhe e o inchaço por causa da anestesia durou algumas horas, mas o resultado foi muito bom e agora estou só usando um creme antibiótico e cicatrizante para ajudar a pele a se regenerar.
Daqui a um mês volto lá para uma nova avaliação e espero que não tenha novas surpresas, mas já estou feliz com o meu queixo lisinho novamente. Um alívio.
Um conselho que dou: Jamais arranque uma verruga, pois o resultado é terrível e a proliferação é bem grandiosa, podendo dificultar muito o tratamento.
Queima, Queima!!!

0 comentários:

Postar um comentário