domingo, 6 de novembro de 2011

O Ponto de Equilíbrio

O momento que encontramos o ponto de equilíbrio na matemática diz respeito ao instante em que o resultado foi neutralizado e não há nem ganhos nem perdas. Administrativamente isso está correto, mas se formos pensar psicologicamente isso muda um pouco, pois nem sempre o ponto de equilíbrio é o que nos dá uma neutralidade de vida. Para alguns dá um desespero para outros uma calmaria.
Isso é devido a forma como cada um idealiza sua vida e a forma como irá destinar os seus caminhos. Cada um de nós imagina a vida de uma forma e se formos perceber bem, ninguém pensa exatamente igual ao seu semelhante, mesmo quando há uma união muito próxima de desejos e informações. Sempre haverá uma diferença a ser conquistada e medida na hora da decisão pela vida.
Estar equilibrado para alguns é uma loucura, pois começam  sentir uma falta de significado imensa na sua existência e terminam por buscar outras realizações para que tenham ou ascensão ou declínio deste status e, assim, tenham que seguir a vida com toda a sua plenitude e olhar desafiador.
Para outros não. Estar equilibrado significa segurança e isso reflete um pouco na acomodação se não tivermos um pouco de vontade e visão de futuro. Nem tudo que é importante para uns tem o mesmo significado para outros e isso é a chave que move o equilíbrio.
Se temos o poder de encontrar o ponto de equilíbrio nas nossas vidas, por que não ficar buscando outros e outros pontos até termos várias comparações para visualizar no nosso gráfico da vida?
A linha pode subir, descer e quem sabe encontrar o ponto tão sonhado do equilíbrio humano.
Eu prefiro ser desequilibrado, pois só o fato de viver sempre vendo os mesmos fatos e sem ter como sentir o gostinho da vitória em cada nova obtenção já me dá uma sensação ruim, de morte, de fim da vida.
O fim desse bem tão real não quero tão cedo e por isso vou continuar subindo e descendo no meu gráfico que já é tão cheio de curvas. Algumas mais serenas, outras vertiginosas, mas com o seu significado e ensinamento.
Faça um 4 com as pernas e se dê por satisfeito se cair. Vá tentando, um dia você consegue...

0 comentários:

Postar um comentário