terça-feira, 29 de novembro de 2011

Conceição dos Coqueiros

Hoje tem início a festa de Nossa Senhora da Conceição aqui no Recife, no bairro de Casa Amarela, onde fica localizado seu santuário e o morro que leva o seu nome. A grande novidade deste ano é a restrição aos artistas e bandas que não cantam musicas religiosas e o bloqueio aos ambulantes que lotam os locais destinados aos fiéis e deixam o local muito conturbado.
Há alguns anos que não subo o morro para reverenciar a Santa e só de lembrar os excessos comerciais que vi por lá, tenho plena convicção de que a decisão da paróquia foi a mais acertada, pois não adianta fazer uma festa onde os ritmos mundanos se misturam com o sagrado ou quando o comércio ambulante impede que os penitentes possam pagar suas promessas em paz.
A finalidade é perdida e a devoção fica em segundo plano. Numa festa de carnaval, por exemplo, seria inadmissível que os padres fizessem uma missa nos quatro cantos de Olinda, pois não teriam ouvintes para as suas palavras ou quem sabe fossem vistos como loucos. Tudo isso porque os sentimentos e objetivos estariam totalmente disformes e sem concatenação alguma.
Se a festa de Nossa Senhora da Conceição é para lhe render graças, que seja.
Nada melhor do que subir o morro, acender nossas velinhas em paz e rezar aos pés da Santa apreciando toda a sua ternura e beleza. Quem realmente vai com este intuito, nem se lembrará das baixarias que as bandas poderiam tocar, pois nos anos anteriores perdíamos um pouco o sentimento de louvor, o trocando pela farra desmedida. Outo fato que sempre abominei foi a venda de bebidas alcoólicas nas imediações da festa, uma vez que isso só é fruto de confusões numa festa que não tem nos seus princípios a desordem e sim a paz.
Adorei a determinação da paróquia sobre estas novas regras e acredito que assim teremos uma festa realmente santa e dirigida à mãe de Jesus, concebida sem pecado original.
Vamos vestir azul e branco e louvar de coração aberto e livre durante todos os dias de festa.

0 comentários:

Postar um comentário