segunda-feira, 10 de outubro de 2011

Saldo Positivo

Existe sensação pior do que ter a percepção de que o nosso dinheiro se foi e que não tivemos saldo suficiente para quitar todos os nossos compromissos?
É terrível sentir e quando esta acontece nos deixa numa preocupação só, pois os juros cada vez mais altos fazem com que o não pagamento de uma dívida na data acordada, gere uma bola de neve do tamanho do mundo, nos deixando numa gelada de verdade.
Quem não programa suas contas corretamente, corre o risco de perder a liquidez durante o mês e não consegue realizar os mais essenciais desejos pela simples falta de recursos, mesmo que estes sejam míseros e facilmente atingíveis em dias de maior folga.
Não é fácil conseguir manter um padrão de vida aceitável, pois a cada dia desejamos obter mais itens que satisfaçam o nosso prazer, pois se trabalhamos tanto não é justo que vivamos na mesmice e sempre tenhamos os mesmos itens para realizar nossos anseios.
É normal que o ser humano seja assim: insatisfeito e sempre carente de novidades.
Não podemos é comprar mais do que o nosso bolso permite, pois se assim fizermos estaremos realizando uma ação ruim para nós e para o nosso desempenho financeiro, já que sair de uma maré ruim é bem pior do que dar três pulinhos em ondas pequenas e que não atingem o nosso joelho. Ruim é não conseguir equilíbrio num mar revolto de dívidas, pois ficaremos sem respiração e cada vez mais sem chão, sentindo o gostinho salgado da aflição e preocupação.
Ter saldo positivo não significa dizer que a nossa conta ficará jorrando dinheiro, mas que teremos possibilidades de ficar o mês numa situação boa e que nos possibilite mobilidade para realizar o que desejamos e também ter pequenas alegrias sem que o bolso fique furado. Tudo depende do nosso planejamento e se este for bem elaborado, nada dará errado e ficaremos sempre satisfeitos com as nossas realizações e aquisições.
As administradoras dos cartões de crédito agradecem e nossos bolsos também...

0 comentários:

Postar um comentário