quarta-feira, 10 de agosto de 2011

Supercalifragilisticexpialidocious

Todas as vezes que a personagem Mary Poppins queria dizer algo especial e indescritível ela usava a seguinte frase: Supercalifragilisticexpialidocious.
Nada mais era do que uma forma criativa de mostrar às pessoas que a felicidade e satisfação são insignificáveis e indescritíveis.
A frase, quase impronunciável, era cantada com muita maestria no musical pelos atores e mostrava que a vida é bem mais especial do que imaginamos. O filme trata de relações familiares e como elas geralmente são resolvidas por nós, que na maioria das vezes preferimos omitir nosso papel de pai, mãe e irmãos, deixando para lá o que nos preocupa ou compromete a nossa vida social.
Gostaria que a fantasia de Mary Poppins estivesse mais presente no coração das pessoas e que estas não se esquecessem nunca da felicidade quando forem realizar suas ações e com isso conviver melhor com os que estão diariamente ao seu lado e que sempre contribuem para a sua felicidade plena.
É muito bom ter na vida momentos especiais ao lado de quem amamos e a nossa família é uma das principais chaves para a nossa felicidade e também para o nosso sucesso, pois se tivermos desde cedo um apoio certeiro e um aconselhamento nas horas adequadas, seremos mais preparados para vivenciar o que o mundo nos oferece e nos dá como inspiração.
Pessoas que não tiveram uma formação familiar segura e bem vivenciada serão adultos despreparados e infelizes, pois não saberão o que é realmente o amor e o que a vida oferece de melhor em matéria de atenção, carinho e dedicação.
Nada melhor do que ter uma mãe que nos apoia, um pai que nos entende e irmãos companheiros e que sempre pensam no seu bem. Vejo pessoas infelizes e cheias de rancor e quando faço um estudo da sua vida, percebo que a família está desestruturada e sem vida.
Se a base não presta, os resultados não serão bons.
Ah, se todos tivessem a magia de Mary Poppins e se todos os relacionamentos familiares fossem realmente Supercalifragilisticexpialidocious...

0 comentários:

Postar um comentário