domingo, 21 de agosto de 2016

Os Homens que Acumulavam

Já pararam para pensar como a maioria passa a vida somente acumulando? 
Acumulamos bens desnecessários, gordura, raiva, dinheiro em excesso, rugas, sujeira, lixo, objetos inúteis e tudo que não favorece a nossa existência aqui na terra, pois a maioria das coisas que encontramos no nosso caminho são surpresas desagradáveis e muitas vezes criadas pelo consumismo desmedido que insiste em nos aprisionar e nos fazer cativos daquilo que não presta e não nos traz nenhuma felicidade adicional, pelo contrário, nos faz ficar tristes e preocupados com tantas situações para pensar e administrar.
Nosso pensamento é voltado sempre para o acúmulo e muitas vezes não temos nem tempo de desfrutar tudo que construímos, seja por falta de disposição ou por inaptidão mesmo, já que muitas vezes compramos algo que não sabemos usar ou que terá apenas 1% de necessidade nas nossas atividades diárias, deixando os outros 99% obsoletos e sem muita serventia. O desejo de ter o objeto da moda ou de causar o efeito desejado para que a fama seja construída é bem maior que a sensação de termos o prazer daquilo que a vida realmente nos presenteia e nos faz ter como ideal.
Não precisamos de muitas coisas para viver e a felicidade vem das pequenas coisas que vivenciamos e tiramos o melhor proveito, aprendendo cada detalhe importante e fazendo deles os melhores companheiros para uma existência necessária e sem muitos dilemas, os quais só nos fazem pensar desnecessariamente e para o lado contrário, aquele que não ajuda no nosso desenvolvimento.
A satisfação deveria ser maior que o acúmulo, mas terminamos fazendo o inverso e muitas vezes o que compramos ou investimos pesado não nos traz nenhuma serventia, ficando na nossa vida como um papel mal desenhado e que não nos mostra nada além de linhas e significados complexos de serem decifrados.
Precisamos somar o que nos favorece, dividir o nosso tempo, multiplicar as felicidades e diminuir o gasto com tudo aquilo que não presta.
Evitem as armadilhas do caminho e sigam em frente...

0 comentários:

Postar um comentário