sábado, 30 de abril de 2016

Abril Pro Rock 2016


Celebrando 24 anos, o Abril Pro Rock está sem muita motivação, haja vista a crescente diminuição do seu público, mesmo tendo ótimas atrações para serem apresentadas. A primeira noite aconteceu no Baile Perfumado e trouxe muitas novidades interessantes para o cenário musical brasileiro, além de cantores já conhecidos, mas que ainda cativam o seu público para se tornarem mais visíveis no mercado fonográfico que a cada dia diminui suas apostas e coloca no mercado somente a previsibilidade daquilo que não presta e nem merece ser escutado.
Ontem vi só coisas boas no Abril Pro Rock e fiquei orgulhoso das bandas pernambucanas que fizeram bonito com um repertório bem autoral e elaborado, sem deixar de lado a criatividade que é bem característica dos nossos artistas.
Destaques da noite: Alice Caymmi, Jéf, Tiê, Graxa, Filipe Catto, Em Canto e Poesia, Os Transtornados do Ritmo Antigo, Bandavoou e Pierre Tenório.
Todos maravilhosos e cheios de vida para a música nacional.
Gostaria de ter visto mais gente no evento, mas pelo que noto as pessoas deixam de valorizar o que é novo e preferem migrar para os sucessos que as rádios insistem em tocar repetidamente. Ainda acredito na diferença, na aposta, na inovação; sei que esse é o caminho para termos nos nossos repertórios sempre as melhores músicas e sensações auditivas.
Por um lado foi bom o público ter sido menor, pois pude ver tudo com calma, sem agonia e fotografando os melhores momentos.















0 comentários:

Postar um comentário