quinta-feira, 25 de fevereiro de 2016

Célebre

Ser famoso hoje em dia é questão de necessidade e não de notoriedade propriamente dita. Antes para nos tornarmos famosos, tínhamos que realmente ter um sentido para isso e ter plantado várias sementes que pudessem germinar coisas boas e que nos ensinassem o exemplo do que era bom e inspirador.
A mudança de comportamento da sociedade nos fez acreditar que a celebridade é aquela pessoa que faz mais baixarias, que se envolve em situações constrangedoras ou que faz de tudo para aparecer, nem que isso represente uma exposição desnecessária ou até a banalização de todos nós como pessoas.
Ficar na mídia e ter o nome envolvido em várias situações, ainda que ruins, é fator principal para que a fama possa se apresentar com mais intensidade, pois se antes influenciávamos pelos nossos pensamentos e atitudes diante de muitos fatos da sociedade, hoje nos destacamos pela capacidade de expor o nosso ridículo para todos os que nos acompanham e até gostam dessa crescente falta de ajustamento.
Bom é ganhar fama com conteúdo e nunca deixar de tê-la.
Quem acumula fama desmedida e por qualquer motivo banal, fica esquecido rapidamente e nunca gera eficácia naquilo que realmente interessa e nos faz ter boas inspirações para o que necessitamos. Quem é célebre de verdade, acumula isso para toda a vida e nunca desperdiça atitudes por nada, gerando uma total falta de sentido que não nos leva a nada.

0 comentários:

Postar um comentário