sexta-feira, 29 de janeiro de 2016

Making Off, digo, Making Love

Fazer algo com amor e dedicação é o primeiro passo para que tudo dê certo e possa gerar bons frutos, mesmo que até os trabalhos menos satisfatórios possam ser vistos como únicos e irreparáveis. Os bastidores de todas as ações que fazemos com dedicação envolvem muita emoção e uma carga enorme de perfeição que nuca será maculada por nada, nem por aqueles que não possuem a percepção do que foi realizado para admirar da maneira certa e valorizada.
Todo o processo de desenvolvimento de uma tarefa precisa de muita atenção e planejamento e nunca deve ser deixado de lado por nada, ainda mais se a ânsia de ver o resultado finalizado for algo bem maior que o nosso talento aparente. 
Talvez a nossa possível falta de experiência para determinadas coisas seja superada pelo talento que aflora insistentemente das nossas ações e faz com que tudo possa ser melhor aproveitado para restaurar as falhas e edições menos profissionais, mas que facilmente brilham aos olhares mais atentos e que enxergam de longe a essência do que foi feito.
O making off dos nossos dias pode ser bem profissional e nunca decepcionar ninguém, porque nele também reside a invenção da sabedoria e do talento que nunca nos abandona e nos faz transformar tudo em obra de arte e ter grande valia para muitos que se dispõem a receber as boas influências e belezas de uma ação voltada para o making love verdadeiro e que nunca morre.
Se destinarmos sempre um pouquinho do nosso tempo para aprender o que a vida nos oferece e, dessa forma, aperfeiçoar as nossas técnicas, sempre teremos possibilidade de fazer os melhores ensaios, encantando a todos com a nossa sensibilidade e atenção aos detalhes que muitos nem enxergam.

Tudo tem o seu brilho, a sua beleza. Precisamos só aprender a ver isso com mais facilidade e menos dor.

0 comentários:

Postar um comentário