segunda-feira, 21 de dezembro de 2015

Amarrar o Cavalo

Escrever corretamente e interpretar algumas das frases que diariamente encontramos pelo mundo é uma atividade que exige um pouco de atenção, pois, dependendo do caso, podemos ter entendimentos nada agradáveis para as coisas simples da vida.
Determinados avisos podem se transformar em situações constrangedoras e gerar um momento de grande pirraça para aqueles que foram os agentes causadores das comunicações inadequadas. Algumas frases nos deixam pensativos e nos fazem imaginar qual seria a vontade do criador da informação e como ele queria realmente passar a informação.
Alguns escrevem como falam, outros de acordo com o som das palavras, enquanto alguns engolem as letras e criam novas palavras que são mais difíceis de serem escritas do que as originais.
Verdade seja dita: A maioria das pessoas não tem noção do que está escrevendo e não conhece o significado das palavras para realizar seus trabalhos "literários" e dignos de estudo de caso. São muitas situações que observamos e que vão da mais simples troca de uma letra a mais gritante escrita errada de palavras que podem ser difíceis mas também muito fáceis e, que, inacreditavelmente, estejam gerando dúvidas na hora da escrita, tamanha é a sua facilidade de encontrarmos nos mais variados textos e conversas que estamos inseridos.
Gostar de escrever e de ler é algo que a maioria das pessoas tem aversão e por isso costumam errar tanto, deixando a língua portuguesa ainda mais complexa e difícil de ser interpretada. A variedade de fonemas e de formas de escrita que dispomos na nossa língua também atrapalha os menos estudiosos, mas a grande maioria também não presta atenção no que escreve e acaba cometendo várias situações dignas de análise.
A fotografia desta publicação demonstra de forma simples como isso pode ser possível, pois não temos certeza do que realmente o autor da placa queria dizer. Ninguém sabe se é para amar, amarrar ou amar à...
Vai entender...

0 comentários:

Postar um comentário