quinta-feira, 12 de novembro de 2015

Estragado

Gastar além da conta pode ser um vício, mas também é uma doença que nos persegue e tem poucas chances de cura, dependendo da pessoa e do contexto em que ela estiver inserida, pois os estímulos recebidos e as influências para que o bolso fique sempre vazio aparece de várias maneiras e se não formos fortes o bastante, terminaremos sempre cativos das armadilhas que aparecem diariamente na nossa frente.
Ser estragado e gastar mais do que pode é algo que precisa de limites, especialmente quando o cartão de crédito aponta para este mal e nos deixa sem possibilidades de usufruir de um benefício quando realmente for preciso. Terminamos gastando com o que não é necessário e fazendo a festa na hora errada, apagando toda a nossa chama, e criando momentos de agonia ao invés de felicidade. Utilizar o dinheiro de maneira saudável, gastando adequadamente, nos dá uma boa sensação e ajuda a nossa mente a ficar mais tranquila e conformada com os gastos, já que teremos a certeza de que o uso foi bem empregado. Ruim é quando estragamos o dinheiro e deixamos que ele seja mal utilizado e não traga as realizações esperadas, gerando uma sensação terrível de desgosto, quando enxergamos todos os nossos esforços econômicos irem para o ralo, de uma maneira nada evolutiva.
Com a crise que hoje passamos, temos que ter consciência dos estragos que causamos para o nosso bolso e conter as despesas de uma maneira que tenhamos ótimos resultados e poucas despesas desnecessárias, já que a falta de planejamento atual poderá representar a derrota futura, onde ficaremos com grandes dificuldades de erguer a cabeça e de ajustar o que ficou pelo caminho, quando deixamos que o impulso fosse a forma mais pulsante de nos dar vida, gastando demasiadamente e sem barreiras.
Acho que todos nós somos estragados em algum momento da vida e gastar termina sendo uma ação inevitável nos dias de hoje, quando as despesas só crescem e o dinheiro fica cada vez mais difícil de ser conseguido. Gastar com consciência para termos melhores soluções das nossas investidas é o primeiro passo para conseguirmos estar bem e sem a terrível sensação de perda e arrependimento.

0 comentários:

Postar um comentário