quinta-feira, 19 de março de 2015

Eu, Nós e o Mundo

Basta andarmos um pouco na rua para percebermos o quanto as pessoas são individualistas e se preocupam somente com o seu mundo, esquecendo que vivemos juntos nesta sociedade tão corrompida pela falta de organização e sociabilidade.
Se estivermos no trânsito, a situação piora muito e temos a plena convicção de que companheirismo e respeito ao próximo são palavras inexistentes no vocabulário de muita gente, pois, da forma como agem, provam que o "seu mundinho" foi comprado para ser usado sem interferência de ninguém e isso lhe dá direito a ter piscina, duplex e vista para o mar, nem que estas garantias tenham que ser conseguidas com o abuso do seu direito pessoal em detrimento do alheio.
A vida em sociedade é bem mais complicada do que imaginamos e sempre que temos contato com este mundo, nos deparamos com injustiças, inveja, falta de noção e muita confusão, já que a busca por direitos iguais termina causando uma enorme injustiça, pois todos se acham merecedores desse direito que para existir necessita da atenção para sabermos até onde podemos ir e cobrar regalias que na maioria das vezes só existem na nossa mente doentia.
Ultrapassar os direitos dos outros é o que notamos com mais facilidade nos dias atuais e isso é a pior coisa de ser sentida e vista, porque a maioria dos seres humanos evoluídos não percebe os erros que cometem e terminam agindo como se fossem animais irracionais e que só estão no mundo para fazer o mal e distribuir a sua alta carga de frustração consigo mesmos.
Eu, você e nós, precisamos entender que o mundo é nosso e não somente meu. Quando isso acontecer, muitas aberrações deixarão de existir e poderemos sentir que realmente a vida em sociedade pode ser melhor e possível se contar com a ajuda e consciência de todos nós, onde faremos o bem e teremos percepção suficiente para tentar sentir a dor que o outro sente quando fazemos o mal e deixamos o rastro da nossa raiva sem motivo.
"Eu, você e ele, mas às vezes, você e eu..."

0 comentários:

Postar um comentário