quarta-feira, 15 de maio de 2013

Pontal do Humaitá

Há um lugar interessante na Cidade Baixa, em Salvador, chamado Pontal do Humaitá, que reúne a Igreja de Nossa Senhora da Boa Viagem, o Forte de Monte Serrat e a Igreja de Nossa Senhora de Monte Serrat.
Lá encontrei de tudo um pouco e a popularidade da praia contrasta com a riqueza histórica do local, que oferece bela vista da Baía de Todos os Santos e tem restaurantes com comidas típicas e a preços convidativos.
No dia que fui, estava chuvoso e percebi pouco movimento, o que deixa determinadas áreas perigosas para o passeio sozinho, sendo melhor ir em grupo para evitar a ação de ladrões que agem na área, pois não é difícil perceber a carinha deles, assim como os olhares medidos para os turistas, planejando o ataque a qualquer momento.
Queria ter ficado até o entardecer, mas não tive coragem. Tive medo de ficar na área e ser surpreendido por algum assalto, já que dependia de transporte coletivo e as ruas que cercam o local não eram de muito movimento e fluxo de pessoas.
De certa forma percebi muitas novidades e fiquei surpreso com a diferença gritante da Praia de Boa Viagem, se comparada com a que temos aqui no Recife, pois enquanto lá o local é pobre, sem estrutura nenhuma, aqui, reúne o que há de melhor em arquitetura e lazer.
Salvador tem muito disso, pois se formos analisar toda a parte da Cidade Baixa, Comércio, Centro e Pelourinho, notaremos como a cidade cresceu, mas não se organizou. As pessoas agem de forma desestruturada, realizam atividades comerciais em locais impróprios e sujam a cidade como se não houvesse locais específicos para o descarte de resíduos.
Toda grande cidade tem seus problemas, mas em Salvador isso é bem mais gritante e as diferenças sociais causam um impacto ainda maior, pois se de um lado há prédios históricos e belos, do outro as favelas fazem a linha inversa, ainda mais por terem como aliados os morros que por lá são bem presentes e por isso fica fácil notar os altos e baixos da cidade que cresce muito e mostra muitas características bem peculiares.  
De qualquer forma, o passeio até o Pontal do Humaitá é muito interessante e mostra um pouco da história do local e da cidade de Salvador.

0 comentários:

Postar um comentário