sábado, 13 de abril de 2013

Patrícia Marx aos 30, (de Carreira)

Após alguns anos sem lançar novos trabalhos, Patrícia Marx reaparece com o CD 30, no qual comemora 30 anos de carreira. Olhando a foto dela, iremos imaginar se o tempo está correto, pois ela não aparenta ter tanto tempo assim de estrada, já que conserva fisionomia e corpo de adolescente. Ela realmente começou cedo, ainda no grupo infantil Trem da Alegria e depois em carreira solo, quando migrou de vez para a música eletrônica e hoje nos mostra um som intimista, sofisticado e pouco tocado nas rádios por não ser comercial e se tornar apreciado por uma parcela pequena da sociedade que, na maioria, só valoriza os batidões e bregas da vida.
Patrícia fez na verdade um disco de grandes sucessos e não um trabalho inédito. Algumas músicas ficaram com arranjos melhores que os originais, mas outras não. Mesmo assim o disco é perfeito e demonstra a leveza da artista talentosa que ela é e que com a sua voz suave, sofisticada e extremamente afinada nos faz esquecer um pouco dos problemas ao escutar as belas músicas que ela selecionou para compor o seu mais novo trabalho.
Fica o registro desta cantora e também das contribuições musicais que ela nos trouxe e que certamente continuará nos proporcionando em cada nova apresentação ou arranjo diferenciado e cheio de nuances musicais que só aumentam o seu potencial musical e mostram que o Brasil tem talento para muitas descobertas musicais, seja em que ritmo for.

0 comentários:

Postar um comentário