domingo, 11 de setembro de 2011

Trilha - Serra do Ponto

Hoje fizemos uma trilha na cidade de Brejo da Madre de Deus e o nosso destino foi a Serra do Ponto, um dos locais mais altos de Pernambuco, onde o frio é constante e nos proporciona uma sensação única de respirar um ar puro e livre de impurezas.
Como o grupo era bem heterogêneo e contava com pessoas que não tinham muita vivência em trilhas, alugamos uma Toyota que nos levou até um determinado lugar e que possibilitou que tivéssemos uma caminhada leve e sem muitos atropelos. Já tinha feito esta caminhada em outro momento, mas com muito mais esforço e por outro caminho, mais longo e demorado.
A trilha toda, ida e volta, durou umas 04 horas de caminhada e isso foi muito positivo para que pudéssemos chegar cedo ao Recife e descansar um pouco para iniciar a semana com muita energia e relembrando os momentos que vivenciamos naquele município.
Encontramos várias paisagens bonitas, bromélias, plantações de morango, orquídeas e o que percebemos é que as chuvas fizeram da paisagem do local um deleite ao verde e também à exuberância da natureza, pois geralmente a paisagem por ali é mais seca e o clima muito quente.
Ontem o sol apareceu tímido, pois quando chegamos à cidade o dia estava nublado e alguns pingos de chuva já caiam, fazendo com que imaginássemos que o dia seria de muita chuva. Sorte nossa perceber que após alguns momentos de aventura o tempo foi melhorando e nos trouxe a companhia do sol para nos acompanhar na caminhada que estava somente começando.
Algumas pessoas cansaram muito, pois o trajeto inicial era de subida e exigia um pouco da respiração de todos nós. Mas deu tudo certo e conseguimos cumprir todos os destinos deste dia que teve pessoas novas ao grupo já conhecido de aventuras.
No alto da Serra do Ponto encontramos as ruínas de uma pirâmide que foi feita no século XVIII, pelo arquiteto francês Luis Vauthier, com o intuito de elaborar o mapa do Estado de Pernambuco e que está centralizada com os pontos cardeais. O cenário natural também foi usado em filmes nacionais para abrilhantar ainda mais as telas e mostrar a beleza do local.
Hoje está lá, abandonada, e recebendo a visita de vândalos que retiram as suas pedras para deixarem jogadas pelo local e sem serventia nenhuma.
Vamos aguardar a próxima aventura...

0 comentários:

Postar um comentário